Como se reeducar na alimentação

O funcionamento do nosso sistema cardiovascular é regulado e controlado pelo sistema nervoso. O bulbo, localizado na base do encéfalo, controla a contração dos vasos e o fluxo sanguíneo. Quando ocorrem falhas neste sistema, o fluxo sanguíneo se altera, levando à queda brusca da pressão arterial – PA. A interrupção do fluxo sanguíneo, especialmente no cérebro, ou sua diminuição brusca, provoca falta de oxigenação nas células, que podem ser lesadas.
Para contornar estas possíveis situações, nosso organismo aciona um mecanismo de autoproteção que leva à perda da consciência temporária. A duração prolongada da inconsciência, entretanto, pode ocasionar lesões neurológicas irreversíveis e até morte do indivíduo.

Neste capítulo, são propostos os seguintes objetivos:
• identificar os estados clínicos relacionados às alterações circulatórias;
• conhecer os principais procedimentos que devem ser aplicados em cada estado de alteração circulatória;
• identificar e reconhecer os sintomas das diversas alterações psicomotoras;
• reconhecer as técnicas de assistência às vítimas de alterações psicomotoras;
• identificar e diferenciar os principais tipos de envenenamento, bem como seus agentes causadores;
• conhecer os procedimentos de socorro correspondentes que devem ser executados para cada espécie de envenenamento.

 

As causas mais comuns de mal estar estão diretamente ligadas com a alimentação do indivíduo. Hoje é muito fácil colocar a culpa na genética, mas a verdade é que a grande maioria das pessoas precisa de uma reeducação alimentar.

AS ALTERAÇÕES CIRCULATÓRIAS

Vertigens, lipotimia, síncope, estado de choque, coma e desidratação são os principais estados clínicos desencadeados por alterações cardiovasculares. Algumas vezes, temos a sensação ilusória de deslocamento do próprio corpo em relação ao ambiente e vice-versa. Este estado é conhecido como vertigem ou tonteira. E que tipo de alimentação pode ajudar na melhoria da circulação? A resposta é uma alimentação saudável, juntamente com a prática de exercícios físicos.

Mas por que sentimos tudo “rodar”? Em nosso ouvido interno, localizado na caixa craniana, existe um conjunto de canais preenchidos por líquido denominado aparelho vestibular ou labirinto. Este órgão, juntamente com o cerebelo – que é encontrado na base do encéfalo, é o grande responsável pela manutenção do equilíbrio corporal. O contato do líquido encontrado nos canais auriculares com as terminações nervosas do ouvido é que nos dá o estado de equilíbrio. Alterações na recepção desse estímulo geram distúrbios de equilíbrio conhecidos como vertigem ou tonteira. Esta sensação ocorre geralmente quando realizamos movimentos bruscos (giramos ou rodopiamos) ou em situações especiais (balanço de navio ou de avião, por exemplo). Além da sensação de achar que tudo está rodando, a vertigem pode vir acompanhada de náuseas e vômitos. Quando isso ocorre, devemos afrouxar a roupa da vítima, sentá-la com a cabeça baixa e, se não houver melhora ou a vítima achar que vai desfalecer, deitá-la e mantê-la em repouso. Você conhece alguém que tenha labirintite? O que será? A labirintite é uma alteração dos canais semicirculares que pode dificultar bastante o equilíbrio do corpo. Isso ocorre porque as células nervosas presentes nesses canais não podem ser convenientemente estimuladas pela agitação do líquido. Você já desmaiou? Qual a sensação?

Uma sensação de fraqueza com queda da temperatura e começamos a suar frio, ou seja, ficamos “gelados” quando não nos alimentamos corretamente. Depois vêm a palidez e pulsação fraca, e os movimentos respiratórios ficam lentos. Aos poucos, os sons vão ficando longe, embora um zumbido no ouvido seja percebido; às vezes sentimos náuseas e tudo começa a escurecer. Isso é o que chamamos de desmaio. A reeducação alimentar confere portanto, uma prevenção ao desmaio.

A queda gradual da pressão arterial pode causar confusão mental no indivíduo e um certo grau de ausência quando a pessoa não se alimenta direito, podendo ou não ocorrer perda da consciência. Esta perda de consciência ocorre por insuficiência temporária do suprimento de sangue e oxigênio no cérebro. Comer frutas, verduras e legumes, com baixo índice calórico, juntamente com sucos ajuda a melhorar o sistema digestivo, facilita a perda de peso e o ganho de massa magra. Assim que a pressão arterial volta ao normal, o fluxo sanguíneo contínuo recomeça, levando oxigênio para as células cerebrais, e retomamos a consciência. As causas que levam à lipotimia e/ou desmaio são, principalmente:
• emoções fortes;
• anemia;
• desnutrição;
• hipoglicemia;
• dores violentas;
• locais mal ventilados.

Como proceder se você encontrar alguém desmaiado?
Ao encontrar alguém desmaiado não tente levantá-lo; ao contrário, mantenha-o deitado. Afaste as pessoas que estiverem em volta, para que o ar possa circular livremente. Nestes casos devemos afrouxar as vestes da vítima, sentá-la em uma cadeira com a cabeça entre os joelhos.

Não esqueça sempre de consultar um nutricionista especializado para orientar sua nova alimentação.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *