SOU A FAVOR DO CELIBATO

Nas últimas décadas, a Igreja Católica vem enfrentando uma ampla crise estrutural.
Numa tentativa de conter essa tendência mundial, o Conselho Nacional dos Padres da Austrália escreveu neste início de ano para o Vaticano pedindo que a Igreja considere a opção de tornar o celibato opcional. Padres suíços e norte-americanos já fizeram requisição parecida. E você? O que pensa a respeito? Eu particularmente sou contra!

Acredito que ser padre realmente é uma vocação, um chamamento de Deus para uma verdadeira missão religiosa aqui na terra e necessita de total doação do corpo e da mente.

Casar é constituir família e administrar uma família é sinônimo de problemas diários, além de que: filhos tem natureza própria que nem sempre corresponde à natureza dos pais ou aquilo que lhe é ensinado. Sempre observei que em família de pessoas ruim tem sempre um que é muito bom e em famílias de pessoas boas sempre tem um que não presta (Faz parte da natureza o bem e o mal sempre se entrelaçam).

Já pensou um padre casado, ter um filho (a) que seja ladrão, viciado em tóxico, homossexual (não que discrimino o homossexualismo, apenas estou citando exemplos), praticante de aborto etc.
imagine um padre casado e a esposa infiel ou vice versa, aos domingos o padre pregando o sermão e todos sabendo que o padre é corno.

Eu vos pergunto, como ficaria a moral desse padre perante a comunidade se um filho fizer alguns dos exemplos que citei acima e que vai de encontro com tudo aquilo que ele prega a favor da igreja que é contra o aborto, homossexualismo...

Penso que o celibato é uma das virtudes para quem quer ser representante dos ensinamentos de Deus, pois de certa forma fica à margem dos problemas familiares.

Quanto à igreja está passando por sérios problemas de números reduzidos de padres acredito que a solução seria permitir que as freiras celebrassem missas e assumissem igrejas e paróquias assim, resolveria dois problemas de uma vez só ( a de falta de padres e a de discriminação das mulheres).

João Batista Santos
Macapá - AP,