O QUE É NOVO E O QUE É VELHO?

Será fácil distinguir o que é o novo e o que é já está velho? Então vejamos:

Novo, significa algo ainda não tentado, não imaginado e que executado difere, em sua execução e em seus resultados, completamente do que antes estava posto, provavelmente como única verdade.

O problema do novo é que muita gente se propõe a ser novo sem o ser.

É fácil. Basta dizer que agora é diferente, que nada será como antes e que tem propostas dimetralmente diferentes do anterior, que era velho.

Mas, com estas características, quem se apresenta como novo já é velho.

Velho não na idade. A velhice está nas idéias. O principal sinal da velhice é acreditar que jamais existirá nada de novo e que as coisas são assim mesmo e não há como mudar. Quem não tenta mudar, é porque tem medo do novo. Tem medo de largar a comodidade do hoje e tentar o amanhã. Porque ceder a tentação e mudar se o hoje está tão bom?

Há gente que já morreu e não sabe. Morreu sim. Morreu porque não faz mais nada alem de repetir as mesmas coisas todo dia, como se a vida fosse uma eterna rotina, demarcada, com começo meio e fim. Alguém pode definir quando começa ou termina a sua vida? Não. Quem decide é você!

Uma pessoa pode decidir viver aos 75 anos. Ou morrer aos 20. A não ser por fatos extremamente adversos, quem decide sempre é você.

Morrer é fácil. Basta ficar parado em um canto sem incomodar ninguém. Quem não incomoda é porque morreu. Até porque se você não incomoda as pessoas nem vão notar que você esta ali. Portanto, já morto.

Para viver é mais difícil. Tem que se fazer notar. Tem que incomodar. Tem que brigar, se divertir, amar.

- “Olhe, você está vivo! Pensávamos que você já tinha morrido. Arre égua. Renascido dos mortos”.

Lute pelo seu espaço, por seu lugar na vida, faça-se notar. Imprima força aos seus atos. Faça valer sua vontade. Empine a cabeça, envergue a coluna e caminhe. Mesmo sem, muitas vezes, saber pra onde. Mas não fique parado. Lembre-se, quem está parado pode estar morto e não saber.


VIVA A VIDA!!!!

EU QUERO VIVER MAIS, A CADA DIA, CADA HORA, CADA MINUTO, SEGUNDO, DÉCIMO DE SEGUNDO,...

(Walter Silveira)