Uma viagem de sonhos


Seja dia ou noite, de sol ou chuva, a viagem é um sonho para quem não abre mão do direito de sonhar. Quatrocentos metros sobre as águas do rio Amazonas, num bondinho com ampla visão de tudo. No fim da linha uma praça, um restaurante de onde nada é jogado no rio. Daí a contemplação com o olhar seguindo no rumo do mar. O vento é permanente e refrescante

Em final de tarde os patos selvagens se exibem durante o jantar, deles.
Se for noite de lua cheia e ela estiver nascendo depois da tarde fugir, vai sair da floresta diante dos olhos, bem ali do outro lado do rio. Aí faz aumentar a magia, transforma tudo em encanto. Então pode viajar soltando a imaginação. Os caruanas, botos e a mãe d'água vão fazer companhia até onde o sonho quiser chegar.

Clique nas fotos para ver ampliação
Foto: Amaparte
Foto: Paulo Uchôa
Foto: Amaparte
Foto: Paulo Uchôa
Foto: Paulo Uchôa
Foto: Paulo Uchôa