UEAP DIVULGA LISTÃO DOS APROVADOS

Os 3.500 classificados irão concorrer à segunda fase que será realizada nos dias 10 e 11 de fevereiro

O listão dos aprovados na primeira fase do Vestibular 2008 da Universidade do Estado do Amapá - (UEAP) foi divulgado nesta segunda-feira, 21. Foram classificados 3.500, que irão concorrer à segunda fase do vestibular. Desses, 350 preencherão as vagas.

O resultado das provas foi divulgado pela Comissão de Vestibular, que trabalhou na correção dos mais de 12 mil cartões respostas. O listão com os nomes dos aprovados na primeira fase do vestibular, está disponível no prédio da Ueap ou no site da instituição, no endereço www.ueap.ap.gov.br.

A aplicação das provas para a segunda fase, vai acontecer nos dias 10 e 11 de fevereiro deste ano. A previsão para o resultado final dos aprovados será dia 22 de fevereiro. De acordo com assessora de comunicação da Ueap, Keila Gibson, foram inscritos 12.289 candidatos.

Engenharia Florestal e pedagogia foram os cursos mais procurados pelos candidatos, como também o curso de filosofia que este ano é novidade, disponibilizando 50 vagas.

Cada uma das 21 questões da prova dissertativa poderá atingir até três (03) pontos, sendo que as questões enquadradas nas áreas de conhecimento terão peso 2 (dois) e às demais será atribuído peso 1 (um), perfazendo um total de 90 pontos, relativos às duas provas. A redação terá pontuação de zero a dez pontos (0 a 10), e o resultado final será obtido a partir da somatória dos dois resultados (redação e questões analítico-discursivas).

Estatística

O número de faltosos à primeira fase do vestibular da UEAP foi abaixo da média de 20%, em relação ao ano passado. Os 2.039 candidatos ausentes equivalem a 18,69%, contra 4.126 faltosos, na primeira fase do processo seletivo de 2007.

Dados do vestibular deste ano mostram também um aumento, em relação a 2007, na procura por ingresso na instituição por parte de moradores de outros estados. No ano passado, o concurso registrou candidatos inscritos de 16 cidades do Pará, duas do Amazonas e duas da Bahia. Este ano, os cursos oferecidos pela instituição despertou o interesse de residentes de 25 cidades do Pará, três do Maranhão, dois do Tocantins e da Paraíba, e de pessoas de Minas Gerais, Acre, São Paulo, Pernambuco, Bahia e Amazonas.

Iracilda Tavares