Diocese de Macapá ordena novo padre e mais um diácono

A Diocese de Macapá está em festa, com as ordenações de Paulo Ney, novo padre diocesano, e de José Azevedo, que recebe o diaconato. A solene celebração da Santa Missa com o Sacramento da Ordem, presidida por Dom Pedro Conti, bispo diocesano, ocorre neste sábado, 26 de janeiro, 19 horas, na Nova Catedral de São José.

O jovem Paulo Ney Sanches Macedo, 27 anos é o décimo primeiro sacerdote diocesano, ou seja, não integra nenhum instituto religioso, pois pertence e está a serviço da Diocese. Paulo Ney nasceu em Afuá/ Pa e veio com a família para Macapá aos dois anos de idade. Na paróquia Cristo Bom Pastor, bairro Novo Buritizal, foi coroinha, sacristão, catequista, membro e coordenador de grupo jovem. Com o apoio da família e o incentivo do padre Dante, ingressou no seminário aos 16 anos. No ano passado recebeu o grau de diácono e agora a ordenação sacerdotal.

José Ueliton Barbosa Azevedo, 37 anos, maranhense de nascimento, também veio muito jovem para o Amapá e após os estudos no seminário recebe a função de diácono, aquela que antecede a ordenação sacerdotal.

O rito de ordenação é rica em gestos e símbolos. Após a apresentação dos candidatos o bispo os interroga e a assembléia canta a Ladainha de Todos os Santos, enquanto os eleitos se deitam. Em seguida o momento central e mais significativo: o bispo impõe as mãos e reza a prece de ordenação, que significa a transmissão da missão apostólica. Depois eles recebem a estola diaconal e a vestição dalmática, os livros dos Evangelhos, a estola e a casula do sacerdote, o abraço de paz do bispo e demais presbíteros presentes.

O neo-sacerdote Paulo Ney, acompanhado do diácono Azevedo, celebra a Primeira Missa, domingo, 27, 19 horas, na igreja Cristo Bom Pastor, bairro Congós.

Os dois vocacionados estão em retiro espiritual durante esta semana, no Carmelo Santa Terezinha, em preparação à celebração do Sacramento da Ordem.

(Oscar Filho - Pastoral da Comunicação)