Deputada Janete Capiberibe vai presidir a comissão da Amazônia

Brasília, 27/02/2008 - A deputada federal Janete Capiberibe (PSB/AP) foi escolhida pelos líderes partidários e pelo Partido Socialista Brasileiro para presidir a Comissão da Amazônia, Integração Nacional e Desenvolvimento Regional da Câmara dos Deputados.

A deputada Janete Capiberibe afirma que vai procurar implementar um debate para promover políticas de desenvolvimento sustentável com justiça social na região amazônica. “Eu, com os parlamentares que integram a comissão e todos os deputados da região Norte, vou procurar debater a utilização sustentável e responsável dos recursos naturais da Amazônia”, afirma a socialista, afinada com a preocupação mundial por conta do aquecimento global e a sustentabilidade social e ambiental.

A deputada Janete Capiberibe está no segundo mandato federal. Foi deputada estadual, quando propôs a lei de biodiversidade do estado do Amapá, secretária estadual de indústria, comércio e turismo e vereadora na capital, Macapá.

Segundo o líder do PSB na Câmara, deputado Márcio França (SP), o resultado da divisão mostra o fortalecimento do bloco que se manteve desde o período legislativo passado e respeitou os acordos firmados pelos parlamentares. Além da Comissão da Amazônia, o PSB também presidirá a comissão de Relações Exteriores, com o deputado Marcondes Gadelha (PB). "O bloco está cada vez mais maduro e continua coeso. Separados, teríamos direito a uma comissão e o PCdoB, nenhuma. Juntos temos três comissões", explicou o líder, lembrando que em 2007 o PCdoB comandou a Comissão da Amazônia e agora deixou o lugar para o PSB. Também no ano passado o PDT presidiu a Comissão de Relações Exteriores, enquanto o PSB comandou a Comissão de Turismo.

Márcio França disse ainda que o Partido Socialista tem muito a ganhar com Janete na Comissão da Amazônia e com Gadelha nas Relações Exteriores, pois ambos possuem respeitável atuação nas respectivas áreas. "A deputada Janete já é uma referência na defesa da região Amazônica e o deputado Gadelha tem um trabalho reconhecido em prol de diversos acordos internacionais, como foi o caso do acordo de cooperação espacial entre Brasil e Ucrânia", destacou.


Sizan Luis Esberci