Medidas de preservação da Lagoa dos Índios são discutidas

O Ministério Público Estadual, representado pelos Promotores de Justiça Ivana Cei e Roberto Alvares, reuniu, nesta quarta-feira (12), no auditório da Procuradoria-Geral de Justiça, com Grupo de Trabalho definido anteriormente em Audiência Pública, para apresentar o orçamento final com medidas cabíveis aos órgãos ambientais a respeito da preservação da Lagoa dos Índios.

O Secretário Especial Alberto Góes expôs as informações contidas nos planos de trabalho apresentados pelos órgãos parceiros. "A primeira etapa deste processo é o diagnóstico da situação do entorno da bacia hidrográfica, feito pelo IMAP.

Em seguida, vamos definir a locação dos recursos, de forma que todos tenham conhecimento onde estes recursos serão aplicados, quais os serviços efetuados e quem está à frente destes serviços", assegurou o Secretário.

A Promotora de Justiça do Meio Ambiente, Ivana Cei, afirmou que esta ação será objetiva, e os trabalhos efetivados em seqüência. "Teremos uma reunião para definirmos de que forma os recursos serão repassados para o início dos trabalhos e também para informar à sociedade as atividades relacionadas à preservação da bacia hidrográfica da Fortaleza, onde está incluída a Lagoa dos Índios", afirmou Ivana Cei.

São parceiros desta ação: MPEA, por meio da Promotoria do Meio Ambiente, Governo do Estado, Justiça Federal, por meio do Juiz João Bosco Soares, IMAP (Instituto de Meio Ambiente e Ordenamento Territorial), SEMA (Secretaria Estadual do Meio Ambiente), Batalhão Ambiental, Prefeitura de Macapá, Unifap (Universidade Federal do Amapá) e Instituto Equinócio de Pesquisa e Turismo.