Sesa realiza ações no Dia Mundial sem Tabaco

No dia 31 de Maio comemora-se o Dia Mundial sem Tabaco. O Mistério da Saúde em parceria com as Secretarias Estaduais de Saúde irão realizar uma grande campanha de combate. O tema, “Tabaco e Gênero”, será focado especificamente no tabagismo feminino.

No Amapá, as ações serão de responsabilidade da Secretária de Saúde do Estado (Sesa) que contará com apoio da Secretária Municipal de Saúde (Semsa) e Universidade Federal do Amapá (Unifap). As entidades envolvidas irão realizar, no dia 31, no Anfiteatro da Unifap, um Seminário destinado a profissionais envolvidos no combate ao fumo, onde serão discutidos assuntos sobre a temática e a sua relação com a mulher. O encontro acontece a partir das 8h.

“Durante quatro horas iremos buscar ações que poderão ser postas em prática para combater o fumo em nosso Estado. Iremos ainda, fazer o lançamento do programa de tratamento de fumantes no Estado, onde, serão criados pontos de atendimentos a pessoas que pretendem parar de fumar”, explica o Coordenador Estadual da campanha, Florinaldo Pantoja.

Pesquisa realizada recentemente pelo Ministério da Saúde, por meio do Instituto Nacional de Câncer (Inca), indica que 18,8% da população brasileira é fumante (22,7% dos homens e 16% das mulheres).

O Secretário Estadual de Saúde, Elpídio Dias, fala da importância da data: “A importância de se ter uma data no calendário como esta, aparece na porcentagem de fumantes no país. Segundo pesquisas, o cigarro é a segunda droga mais consumida pelos jovens brasileiros e, a cada ano, 200 mil morrem por doenças associadas ao tabaco. A nossa intenção é trabalhar na prevenção e afastar os jovens desta droga”, declara.

Dados alarmantes

Os números do tabagismo no mundo são alarmantes. A Organização Mundial da Saúde (OMS) estima que, a cada dia, 100 mil crianças tornam-se fumantes em todo o planeta. Cerca de cinco milhões de pessoas morrem, por ano, vítimas do uso do tabaco. Caso as estimativas de aumento do consumo de produtos como cigarros, charutos e cachimbos se confirmem, esse número aumentará para 10 milhões de mortes anuais por volta de 2030.

Ainda segundo a OMS, o fumo é uma das principais causas de morte evitável, hoje, no planeta. Um terço da população mundial adulta - cerca de 1,3 bilhão de pessoas - fuma: aproximadamente 47% da população masculina e 12% da população feminina fazem uso de produtos derivados do tabaco. Nos países em desenvolvimento, os fumantes somam 48% dos homens e 7% das mulheres, enquanto nos desenvolvidos, a participação do sexo feminino mais do que triplica, num total de 42% de homens e 24% de mulheres fumantes.