Moradores do Paredão bloqueiam acesso à Usina Coaracy Nunes

Ontem à tarde (12.06), moradores da vila do Paredão, município de Ferreira Gomes, bloquearam a estrada de acesso à Usina Hidrelétrica Coaracy Nunes, da Eletronorte, como forma de protesto contra a exoneração da professora Eliana e a indicação de uma outra professora para a direção da Escola Estadual Independência.

Segundo a gerência regional da Eletronorte Amapá, a ação dos moradores está prejudicando os trabalhos na Hidrelétrica. Os carros da empresa não entram e nem saem da área interna da Usina, dificultando o transporte de pessoal e de material utilizado nos trabalhos de geração de energia. “Não existe risco de desligamento. Estamos com a nossa equipe de operadores de plantão dentro da usina, garantindo o fornecimento de energia hidráulica”, esclarece o gerente regional Marcos Drago.

Hoje cedo a gerência da Eletronorte entrou em contato com o gabinete do Governador e com o coronel Abel, da área de segurança pública, para solicitar providências no sentido de negociar com a comunidade a liberação da estrada para a passagem dos veículos da Eletronorte.

A barreira colocada pelos moradores está praticamente na metade do ramal, com aproximadamente 12 km de extensão, que corta toda a antiga vila do Paredão. Após o bloqueio da pista pavimentada a Eletronorte começou a utilizar antigos ramais que passam por dentro da mata, mas a comunidade também bloqueou estes trechos, impedindo totalmente o acesso à área interna da hidrelétrica.

A comunidade do Paredão está aproveitando o protesto contra a saída da diretora da escola da vila, para reivindicar melhorias nas áreas de saúde, segurança pública, água encanada 24 horas, limpeza e drenagem dos ramais e transporte coletivo três vezes por semana, além da retomada das ações de responsabilidade social da Eletronorte na comunidade.

(Assessoria de Comunicação)