Superfaturamento: Waldez Góes contrata empresa para fazer a duplicação da rodovia Duca Serra por R$ 106 milhões, denúncia Camilo

Por Eduardo Neves

O deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB) tornou público na semana passada na Assembleia Legislativa do Amapá, possível superfaturamento no contrato de licitação do governo do Estado com a empresa Trier no valor de R$ 106 milhões de reais para fazer a duplicação de 17 km da rodovia Duca Serra, que liga Macapá/Santana.   

O deputado socialista estranhou que a assinatura do contrato ocorreu no dia 26 de março, no apagar das luzes da saída do ex-governador Waldez Góes (PDT), do palácio do Setentrião. “Serão pagos mais de R$ 6 milhões de reais por quilometro da obra”, denunciou Camilo.

De acordo com o deputado do PSB, a mesma empresa ganhou a licitação no Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) para fazer a manutenção da BR 156, no trecho que vai de Macapá até a localidade de Tracajatuba no município de Tartarugalzinho, no valor de R$ 152 milhões. “É curioso. Essa empresa campeã de licitação. Ganha licitação em Brasília, ganha no Amapá, e é só na base de muitos milhões”, suspeitou.

Na parte da fala do deputado Camilo, o presidente da Assembleia Jorge Amanajás (PSDB-AP), disse que encontrou recentemente em Brasília o presidente do DNIT, Luiz Antonio Pagot, e o mesmo informou que não entende porque o governador Pedro Paulo Dias de Carvalho (PP-AP) mantém o secretário de Estado dos Transportes, Rodolfo Torres na pasta, uma vez que o Estado do Amapá tem R$ 98 milhões de reais empenhados para fazer o asfaltamento da BR 156, e a Setrap não consegue fazer a licitação da obra. “Ele disse que o Amapá está preste a perder o recurso”, alertou Amanajás.  

O deputado Camilo Capiberibe, disse que teve a informação que na saída do ex-governador Waldez Góes, quem pediu para o secretário de Estado de Transporte, Rodolfo Torres ficar na Setrap foi o presidente do Senado José Sarney (PMDB). “Estranho. Mas eu vou solicitar através de oficio ao secretário Torres informações detalhadas destas licitações e vou protocolar denuncia no Ministério Público Estadual e Federal”, disse Camilo.

 

Contato: Eduardo Neves – Assessor de Imprensa do deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB-AP) – 8117 2883 – 9142 6546.