Artesãos de Mazagão participam de capacitação em cerâmica

Na oficina o artesão sem experiência com trabalhos em cerâmica, absorve conhecimento básico que orienta desde a coleta do barro no leito do rio, beneficiamento e produção de peças com técnicas simples.

Denyse Quintas
Fotos: Denyse Quintas

O Sebrae capacitou 22 empreendedores, no período de 18 a 24 de junho, na Casa do Artesão, no município de Mazagão. A demanda é resultado da parceria firmada entre a prefeitura municipal e a Associação dos Artesãos do Município de Mazagão (AAMMZ). A oficina tem como objetivo trabalhar o desenvolvimento de linhas de produtos com identidade local, utilizando os grafismos das civilizações Maracá e Cunani.

Segundo a gestora do Projeto Artesanato da Região Urbana do Sebrae no Amapá , Mary Lima, o participante aprende desde a coleta do barro, manuseio da argila até a produção das peças. “O enfoque da oficina são os grafismos da Iconografia Maracá, pois o sítio arqueológico dessa civilização está localizado no município”, disse.

A oficina proporcionou o aprendizado na produção de panelas e objetos decorativos. A capacitação tem a proposta, inicialmente, em produzir artesanato para comercialização na Festa de São Tiago, tradicional na região, porém, a Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (SETE) pretende revitalizar a Casa do Artesão no município e criar feiras permanentes para o segmento.

De acordo com o consultor do Sebrae e especialista em Design e Cerâmica, Marcelo Gil Torres, os artesãos têm disposição em aprender e obtiveram resultados produtivos. “A questão da cor da peça e a má qualidade da queima é um processo de estrutura, principalmente, no uso de forno apropriado. Por exemplo, a argila só passa a ser cerâmica quando atinge temperaturas a partir de 600 graus e consegue cozinhar a peça e dar um bom acabamento” declarou.

Nesse primeiro contato com a cerâmica, o consultor informou que foram utilizadas técnicas sem a preocupação com o tipo de peça a ser produzida e a matéria-prima foi retirada da olaria de telhas e tijolos, que não é a adequada para a produção de peças em artesanato.