Amapaense lança livro na inauguração da nova sede do Sebrae

Denyse Quintas
Foto: Denyse Quintas

Na obra estão relacionados 404 verbetes catalogados desde 2000. “Fizemos uma parceria com o governo do Estado e o Sebrae dentro do projeto Amapalidade, que trata do resgate da identidade cultural do Amapá”, disse o autor e engenheiro civil, João Nobre Lamarão, 47, que lançou o livro “Falar Tucujú Desde o Tempo do Ronca”, com apresentação feita pelo sociólogo, escritor e artista plástico, Fernando Canto, e prefácio do desembargador Gilberto Pinheiro. A obra foi autografada e vendida durante a inauguração da nova sede do Sebrae no Amapá.

Para esta edição foram impressos dois mil exemplares. Parte será distribuída nas escolas públicas e outra será comercializada no valor de R$ 15 reais a unidade. Inicialmente poderão ser encontrados nas livrarias Amapaense e Transamazônica, na Banca do Dorimar e no Aeroporto. Para fazerem pedidos ou dar contribuições às outras edições pelo e-mail: [email protected], ou fones: 8112-2577 / 3222-2781.

De acordo com o autor João Lamarão, o livro está inacabado. “Ao fechar esta edição já tenho mais de 250 verbetes para inserir na segunda tiragem. Senti a necessidade de resgatar a linguagem do caboclo amazônida que já estava se perdendo devido a grande migração existente no estado. Houve dois momentos de influência na nossa cultura: Na época do Território quando muitos migraram do Rio de Janeiro e com a implantação da Área de Livre Comércio”, declarou.

“A tentativa é de não perder a nossa identidade porque ela é mutável, mas não pode ser extinta, tanto que a proposta de apresentação do Fernando Canto é falar de memória acesa e, por ser objeto de resgate, o Sebrae vai disponibilizar exemplares nas escolas, principalmente, escolas públicas para que todas as gerações conheçam a linguagem do nortista”, concluiu o autor João Lamarão.

Serviço:

Sebrae no Amapá:

Assessoria de Comunicação: (96) 8117-7841