Programa visa melhorar cadeia produtiva do açaí
Projeto Açaí da Amazônia é referencial da gastronomia no norte do Brasil

O Governo do Estado desenvolve o projeto Açaí da Amazônia, no municipio de Laranjal do Jari. O projeto visa promover a melhoria na qualidade do vinho, oportunizando aos produtores e seus familiares alternativas de renda, através do aproveitamento do resíduo sólido (caroço) e da culinária regionalizada com o açaí.

Hoje este segmento conta com recursos da Organização das Nações Unidas Voltadas para Alimentação (ONU/FAO), em parceria com a Agência de Desenvolvimento da Amazônia (ADA), Prefeitura Municipal de Laranjal do Jarí, Laboratório de Saúde Pública do Estado do Amapá (Lacen), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas no Amapá (Sebrae), Instituto de Desenvolvimento Rural do Amapá (Rurap), e da Agência de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Para a gerente do Núcleo de Associativismo e Economia Solidária da Secretaria de Estado do Trabalho e do Empreendedorismo (Sete), Francirene Leão, o sucesso de um pequeno empreendedor depende de três fatores: da capacidade, disposição e principalmente, das oportunidades necessárias para se confirmar as outras duas. “Com isso o projeto vem orientado esses produtores na capacitação do curso de Beneficiamento de Sementes e Confecções de Biojóias, realizado no inicio de julho no Município de Laranjal do Jarí", afirma.

Esses treinamentos fazem parte da programação para o Festival do Açaí previsto para os dias 10 a 12 de agosto, no município. "Outras capacitações serão ofertadas ainda este ano, como o curso de Gastronomia do Açaí, que acontece no período de 21 a 22 de julho, voltado para mais de 24 alunas identificadas pelo projeto", contribui a gerente.

Fernanda Picanço, Ascom
Sete/GEA.(96) 3212-1169
[email protected]