Polícia Federal faz a maior apreensão de cocaína da história do Amapá.

Na manhã de ontem (30/06/2008), policiais da Delegacia de Repressão a Entorpecentes da Superintendência Regional da Polícia Federal no estado do Amapá localizaram, no município de Laranjal do Jarí/AP, uma casa que funcionava como depósito de cocaína, local em que foram apreendidos 137 Kg de pasta-base de cocaína; 8,5 Kg de cloridrato de cocaína (droga pronta para o consumo); 26 Kg de "barrilha" e 10 litros de solução de bateria (substâncias utilizadas para "arquear" a droga - aumentar seu volume).

A droga estava escondida na parede falsa de um dos cômodos da casa, onde havia um vão com largura suficiente para acomodar todo o entorpecente, que se encontrava acondicionado em 132 pacotes, envoltos em bexigas de plástico coloridas.

Na ocasião, foi preso, em flagrante delito, o nacional José Raimundo Alves dos Santos, 43 anos, vulgo "Zé Vaqueiro", morador da casa onde estava armazenado o entorpecente. Na Superintendência da PF, em Macapá/AP, o traficante foi interrogado e indiciado como incurso nos artigos 33 e 34 da Lei 11.343/2006, cujas penas variam de 5 (cinco) a 15 (quinze) anos de reclusão e de 3 (três) a 10 (dez) anos de reclusão, respectivamente.

Além da drogas e das substâncias destinadas a sua transformação, também foi apreendido um automóvel VW Saveiro GL 1.8, utilizado por "Zé Vaqueiro" na atividade do tráfico de drogas.

A prisão do criminoso e a apreensão da droga são conseqüência de investigações que vêm sendo efetuadas, há alguns meses, pela Delegacia de Repressão a Entorpecentes da PF, com o auxílio de policiais militares do Batalhão de Operações Especiais - BOPE.

A cocaína, proveniente dos países produtores da América do Sul (Colômbia, Bolívia e Peru), atravessava todo o estado do Amazonas, por via fluvial, até chegar a Laranjal do Jarí/AP, onde era armazenada para ser, posteriormente, comercializada no varejo, em municípios dos estados do Amapá/AP e Pará/PA.

Esta é a maior apreensão de drogas já realizada na história do estado do Amapá. Foi a décima quarta apreensão de droga feita pela Polícia Federal neste ano, no Estado, onde foram presas, também, até o momento, 18 pessoas pelo crime de tráfico de drogas. Vale ressaltar, que todas essas prisões e apreensões foram realizadas sem um único disparo de arma de fogo.

As estatísticas de apreensões da PF, no estado do Amapá, até o mês de junho, totalizam 206 (duzentos e seis) quilos de cocaína, superando, em mais de quatro vezes, o volume desta droga que foi apreendido em todo o ano passado, pela PF, no Estado.