Prêmio CNI 2008 valoriza iniciativas inovadoras.

Inovação, qualidade e produtividade são indispensáveis para aumentar a competitividade das empresas. Com o objetivo de valorizar as melhores práticas da indústria brasileira nessas áreas, uma das categorias do Prêmio CNI é Inovação e Produtividade.

O vice-presidente da CNI e presidente do Conselho de Política Industrial e Desenvolvimento Tecnológico da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Rodrigo da Rocha Loures, acredita que é preciso incentivar a inovação no país. “É hora de promover uma mobilização entre empresários, universidades e governo para acelerar a geração e difusão de inovações em todos os setores da economia - negócios, educação, saúde e gestão das organizações públicas e privadas, entre outros. Precisamos utilizar instrumentos e recursos propulsores da competitividade baseada em tecnologia e inovação”, ressalta Loures.

A empresa Rexam, fabricante de latas de alumínio é um exemplo de iniciativa vencedora na modalidade Grande e Média Indústria na última edição do Prêmio, em 2006. Com uma inovadora ferramenta de gestão, a empresa reduziu o tempo de troca do rótulo de uma lata, de duas horas e quarenta minutos para apenas quatro minutos. Em menos de seis meses, o investimento foi compensado pelos ganhos de produtividade.

Outro caso de sucesso é a empresa capixaba Antenas Cristal. Ela faturou o primeiro lugar na modalidade Micro e Pequena Indústria, ao desenvolver uma antena telescópica para captação de sinais de TV, em substituição às tradicionais antenas espinha de peixe. De acordo com o sócio-gerente da empresa, Paulo Sérgio Santana, o projeto mereceu o prêmio também por sua funcionalidade e ineditismo. “Nosso projeto foi a “reinvenção” da antena, que hoje capta perfeitamente o sinal digital sem ter passado por nenhuma modificação”, informa Santana. “O Prêmio CNI é um estímulo e uma chancela de qualidade que alavanca nossos negócios”, conclui.

Para Rocha Loures, um prêmio que traz o selo da CNI, instituição que completa 70 anos em 2008, reconhece, estimula e transforma em referência todas as empresas participantes.

As inscrições já estão abertas em todo o país e vão até o dia 29 de agosto. Podem participar micros, pequenas, médias e grandes indústrias nas categorias Inovação e Produtividade, Design e Sustentabilidade.

A premiação será no dia 28 de outubro, em Brasília. Mais informações e o formulário de inscrição estão disponíveis no endereço eletrônico www.cni.org.br/premiocni