Inscrições para Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2007 encerra dia 31 de agosto

O prêmio objetiva estimular o empreendedorismo feminino

Fernanda Picanço
Fotos: Denyse Quintas

Lançado em outubro de 2004, o Sebrae realiza uma nova etapa do Prêmio Sebrae Mulher de Negócios, que tem como objetivo valorizar e estimular o empreendedorismo feminino. O evento destaca as histórias de mulheres que conseguiram montar um empreendimento formal.

As mulheres concorrerão a duas categorias, Proprietária de Micro e Pequena Empresa e Membro de Grupo de Produtores Formais (Associações ou Cooperativas). O prêmio será dividido em três etapas: A estadual, regional e nacional.

Segundo a técnica do Sebrae e coordenadora do prêmio no Amapá, Wânia Lúcia, “as histórias serão avaliadas por uma banca julgadora que selecionará entre os critérios, determinação e a força empreendedora dessas mulheres”, afirma.

Etapas

Na etapa estadual, as empreendedoras selecionadas pelas suas histórias passarão por uma avaliação e verificação, porém a comissão julgadora irá definir as dez melhores histórias no Estado, selecionando somente uma para a premiação regional.

Na etapa regional, serão empreendedoras selecionadas na etapa estadual. Estarão quatro finalistas por cada uma das regiões - norte, nordeste, centro-oeste, sudeste e sul, totalizando 20 empreendedoras.

A última etapa será a nacional, onde será definido a vencedora, que terá como prêmio-extra uma visita técnica no exterior em um centro de referência de empreendedorismo.

“A intenção do prêmio é valorizar e conhecer histórias de sucesso de mulheres, que com muita garra e determinação provaram a elas mesmas, que para vencer na vida basta ter força de vontade em querer crescer”, declara à coordenadora.

Na última edição mais de dez mil mulheres de várias regiões do país concorreram ao prêmio, porém foram selecionadas as 20 melhores histórias escolhidas pela comissão julgadora, em fevereiro deste ano.

Inscrições:

Para participar, as candidatas deverão preencher um formulário disponível no site do Sebrae (www.sebrae.com.br) ou na unidade do Estado contando a sua história de sucesso.

“A equipe da Unidade de Atendimento Individual, está visitando alguns estabelecimentos nos municípios de Oiapoque, Santana, Laranjal do Jari e Macapá, a procura de novas histórias de mulheres de negócios”, disse a técnica do Sebrae Gilvana da Rosa.

No ano de 2006, foram vencedoras, na categoria proprietária de Micro e Pequena Empresa, Doriana Tolosa, e categoria membro de Grupo de Produtores Formais (Cooperativas e Associações), Maria Melo que assistiram a final nacional em Brasília.

Segundo a gerente da Unidade de Atendimento Individual (UAI) do Sebrae no Amapá, Karina Brito, “na última edição o Estado não chegou à final, mas levamos as nossas mulheres empreendedoras como forma de presenteá-las e, principalmente, valorizá-las por serem as vencedoras no Amapá”, afirmou.