Reunião discute serviços de Internet e Telefonia Móvel

Alberto Góes participou de reunião com superintendente da Anatel em Brasília para pedir melhorias

O secretário especial de Governadoria, Coordenação Política e Institucional Alberto Góes esteve em Brasília, na segunda-feira, 30, para uma reunião com o superintendente da Agência Nacional de Telecomunicações da Anatel, Jarbas Valente, a fim de reivindicar melhorias nos serviços de comunicação no Estado do Amapá incluindo implantação de internet Banda Larga.

“Temos muita dificuldade, muitos problemas no acesso de informações via internet. Nossa ligação com o restante do País é precária”, disse o secretário, referindo-se ao serviço de internet.

De acordo com os técnicos da Agência, a banda larga para o Estado tende a ser via satélite. O sistema de fibra ótica é inviável economicamente, porque requer 40 quilômetros de cabo submarino no valor aproximado de R$ 100 milhões.

A segunda carência está na cobertura de telefonia celular. Nem todas as empresas dão cobertura ao Estado. Góes explicou que o Amapá tem 16 municípios, mas os serviços são ofertados por três empresas, apenas, aos municípios de Macapá e Santana. Laranjal do Jarí, Oiapoque e Porto Grande recebem cobertura de uma só empresa, com dificuldade de sinal.

Embora a Anatel tenha uma representação no Amapá, o superintendente afirmou desconhecer os problemas apresentados, especialmente sobre a telefonia celular e internet. O fato surpreendeu o secretário que cobrou mais empenho da Agência na cobrança do cumprimento dos contratos.

“Esperamos que a Anatel faça com que as empresas de comunicação, que são detentoras de concessões e estão instaladas no Amapá, cumpram o que deveriam ter cumprido, algumas há três ou quatro anos, e que também faça cumprir os termos dos contratos, aplicando as multas e punições a essas empresas”, afirmou Alberto.

Dentro de 15 dias, haverá uma reunião em Brasília. A Anatel vai convocar primeiramente a Embratel, para tratar sobre a oferta dos serviços de banda larga e depois as empresas de telefonia, para verificar o que está acontecendo. A segunda reunião será em Macapá com representantes do Governo do Estado, Anatel, Embratel, empresas de telefonia e terá a participação de representantes dos consumidores.

Participaram também do encontro os técnicos Bruno Ramos e Nelson Takayanagi da Anatel; o secretário extraordinário Orlando Muniz e Gustavo Lira articulador da Secretaria Extraordinária de Representação do Governo do Amapá em Brasília.

Graça Penafort