Sete vai oferecer qualificação para mais de 800 trabalhadores

Profissionais de 10 municípios serão beneficiados com os cursos

A Secretaria de Estado do Trabalho e Empreendedorismo (Sete) vai oferecer 40 cursos de qualificação a profissionais cadastrados no Sistema Nacional de Emprego (Sine). Os cursos voltados ao primeiro emprego, trabalhadores rurais entre outros, foram aprovados no mês de junho em reuniões entre Núcleo de Educação e Qualificação Profissional (NEQP), Comissão Estadual de Emprego e Renda do Amapá (CEE) e Plano Territorial de Qualificação (PlanTeq).

Mecânica, atendimento ao público, eletricidade, horticultura e jardinagem são alguns cursos da lista aprovada na reunião entre as entidades que coordenam a qualificação e capacitação dos trabalhadores amapaenses. Ao todo serão ofertadas mais de 800 vagas.

Os cursos são voltados para profissionais de diversas áreas cadastrados no Sistema Nacional de Emprego (Sine) e beneficiarão profissionais de Macapá, Santana, Laranjal do Jarí, Ferreira Gomes, Porto Grande, Calçoene, Oiapoque, Pedra Branca, Serra do Navio e Tartarugalzinho.

Para a definição dos cursos que serão executados através do PlanTeq, o Núcleo de Educação e Qualificação Profissional realizou reuniões e consultas para o levantamento das necessidades do mercado de trabalho local. Foram ouvidas instituições especializadas nesse tipo de pesquisa dentro do Estado, como o IBGE, o próprio SINE e a Assessoria de Desenvolvimento Institucional da Sete.

Para pessoas cadastradas no Sine, que procuram o primeiro emprego, serão ofertados cursos de assistente administrativo, recepcionista e telefonista. Para trabalhadores que já possuem experiência profissional serão realizados cursos de qualificação como: informática básica e avançada, técnicos em construção, vendas, setor administrativo, além de oferecer cursos para trabalhadores rurais como: conservas e embutidos, fabricação de vassouras, horticultura, jardinagem, beneficiamento e conservação do pescado entre outros.

A secretária, Anésia Nunes, afirma que a parceria com o Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), contemplará trabalhadores de diferentes setores com estes cursos de qualificação profissional. “O curso vai contribuir para que esses trabalhadores estejam aptos ao entrar e continuar no mercado de trabalho, atendendo novas tendências regionais e locais, tornando os trabalhadores preparados para o mercado cada vez mais exigente e competitivo”, concluiu Anésia Nunes.


Bruna Martins
Assessora de Comunicação
3212-1169/81161686
[email protected]