Programa de rádio é criado para dar espaço aos artistas locais

Joicilene Santos

Ter um programa que valorize os estilos alternativos, bandas de garagem, poetas caseiros, músicos com produção independente, entre outras artes de expressão de uma parcela da população que pensa diferente. Esse era o desejo de um jovem vendedor que virou realidade através do Sonar - mais novo programa da rádio amapaense.

O Programa é o sonho realizado de André Zumbi, um vendedor que há tempo pensou em ter um programa que pudesse reunir artistas que usam meios alternativos para levar suas mensagens, críticas, poesias, músicas e a própria realidade da sociedade. O Programa ganhou espaço através do Projeto Seama Comunidade que deu a capacitação necessária para que Zumbi estivesse apto a liderar um programa de rádio. Zumbi foi participante da oficina Edição de Rádio da última edição do Projeto Seama Comunidade, ocorrida em julho.

“Sonar significa levar ao ar, ecoar. Essa é a idéia do programa, difundir cultura e dar espaço para um público que nem sempre tem vez nos grandes meios de comunicação”, explicou o idealizador do programa. Sonar foi ao ar pela primeira vez no dia 06 de agosto de 2007. A estréia teve a participação do poeta e escritor Júlio Miragaia.

O Sonar compõe a programação da Rádio Comunitária Novo Tempo. “O programa é uma porta aberta para todos, sejam eles músicos, poetas, artistas plásticos, todos que usem de meios alternativos para viver, sobreviver e se comunicar levando sua mensagem à população. O Sonar é feito para a camada da população que curte um estilo alternativo e tem bom gosto”, relata Zumbi.

O programa é semanal e transmitido através da freqüência 105,9 FM, vai ao ar toda quarta-feira às 21h. O Sonar já lançou um blog com o endereço www.sonarnoar.blogspot.com.br. As bandas e pessoas interessadas em participar do programa podem entrar em contato com o apresentador através do telefone 9961 9957 ou mesmo mandar um email para [email protected].