Município é homenageado na XVIII Semana Mundial de Alietamento Materno na Bahia

Macapá recebe homenagem em ato comemorativo pela XVIII Semana Mundial de Aleitamento Materno na Bahia

Mães do município amamentam seus filhos por mais tempo


Governador da Bahia Jaques Wagner e o
Secretário Municipal de Saúde,
Eduardo Monteiro de Jesus

O Secretário Municipal de Saúde, Eduardo Monteiro de Jesus, esteve em Salvador - Ba, na última sexta-feira (7), a convite do Ministério da Saúde para receber a homenagem pelo destaque do município de Macapá na categoria “duração mediana de aleitamento em dias” da II Pesquisa de Prevalência em Aleitamento Materno. A solenidade de entrega aconteceu durante o ato comemorativo pela XVIII Semana Mundial de Aleitamento Materno, realizado no Salão Nobre da Faculdade de Medicina da Universidade Federal da Bahia. O evento contou com a presença do Ministro José Gomes Temporão e do Governador da Bahia Jaques Wagner, entre outras autoridades.

A Pesquisa de Prevalência do Aleitamento Materno tem como objetivo verificar a situação atual da amamentação e da alimentação complementar no Brasil. Foi realizada em todas as capitais brasileiras, inclusive no Distrito Federal, durante a II etapa da Campanha Nacional de Vacinação, em agosto de 2008. Em Macapá, um total de 1260 mães foram entrevistadas, e de acordo com o resultado o tempo médio do aleitamento materno é de 601,36 dias. Tendo sido a capital onde as mulheres mantêm a amamentação por mais tempo/dia. Macapá também apresentou boa incidência de amamentação na primeira hora de vida. Do total de crianças analisadas 75,8% mamaram neste período. A pesquisa, no município, foi desenvolvida com a colaboração da Enfermeira Tânia Vilhena, Coordenadora Municipal de Educação em Saúde.

Para o Secretário de Saúde do Município, Eduardo Monteiro de Jesus, a homenagem é um incentivo e vem para somar, “Estamos iniciando um trabalho diferenciado de promoção, proteção e apoio ao aleitamento materno em nosso município. Esta homenagem é muito importante para estimular e motivar ainda mais nossos profissionais no desenvolvimento das ações de conscientização sobre a importância do ato de amamentar na vida do bebê, da mãe e da família. Estaremos voltados a contribuir ainda mais com o município e elevar nossos indicadores”. O secretário ainda informou que 255 agentes comunitários de saúde e um profissional de nível superior de cada uma das 22 Unidades de Saúde da capital participaram de uma capacitação, no mês de junho, em aleitamento materno, para aprimorar o atendimento as gestantes e mães em fase de amamentação.

Bom desempenho em outras capitais - Belém é a capital com o maior índice de aleitamento materno exclusivo em crianças menores de 06 meses; Campo Grande é quem mais avançou nos índices de aleitamento materno exclusivo; e São Luis, por sua vez, tem os melhores dados de aleitamento materno na primeira hora de vida. Essas capitais também foram homenageadas por seus indicadores positivos e assim como Macapá receberam um diploma por seu desempenho das mãos do Governador da Bahia Jaques Wagner.

Janine Cruz

8124-1001