Mototaxistas denunciam abuso de militares durante abordagem

Eduardo Neves

A denuncia foi feita, na manhã , desta quinta-feira, 13, ao presidente da Comissão de Direitos Humanos da Assembléia Legislativa, deputado estadual Camilo Capiberibe (PSB/AP), durante visita aos mototaxistas que trabalham no ponto de parada, da rua São José, esquina com a avenida Mendonça Júnior, no centro de Macapá.

De acordo com a denúncia, os militares chegaram em duas motos, uma viatura da Policia Militar e outra do Comando de Operações Especiais (COE). Na abordagem os militares mandaram os mototaxistas levantarem e colocarem as mãos na cabeça, e afirmaram que era uma ação de rotina. Ainda de acordo com os mototaxistas, eles foram ameaçados se olhassem para os militares. “O que dificultou no reconhecimento dos envolvidos na ação”, informou o presidente da associação dos mototaxistas, Alex Bitencourt.

O mototaxista, Marcos Carvalho, que foi abordado pelos militares não concordou com a ação. “Nós passamos pelo maior constrangimento. Aqui só é pai de família, não havia necessidade de fazerem isso conosco. Nós queremos providencias”, desabafou o mototaxista.

Após o relato do caso, o deputado estadual Camilo Capiberibe, disse que vai encaminhar ao comandante da Polícia Militar, explicações a respeito do caso. “É inadmissível que cidadãos trabalhadores, sejam tratados desta maneira. Estarei solicitando tanto para o comando da PM, quanto do COE, explicação a respeito deste caso na Comissão de Direitos Humanos”, concluiu o socialista.