Juizes eleitorais do Jarí fazem programa de rádio

A Justiça Eleitoral em Laranjal e Vitória do Jari tem usado a velha máxima de que '"é conversando que a gente se entende".

Baseado nisso é que os juízes eleitorais da 7ª Zona, Valcir Marvulle e Heraldo Costa estão envidando todos os esforços para que nenhum candidato ou eleitor alegue desconhecimento ou desinformação sobre o pleito que está em curso.

No cartório eleitoral de Laranjal e Vitoria do Jari, foram adotadas algumas medidas, visando deixar todos bem informados daquilo que pode ou que não pode, bem como foi estabelecida uma linha direta com o eleitor.

Dentre as medidas tomadas, foi escolhida a segunda-feira pela manhã, em uma das rádios da cidade para um programa de esclarecimentos à população. Nesse programa de rádio, os candidatos, coligação, bem como os eleitores, podem ligar, passar mensagem de celular para fazer perguntas e denúncias sobre a eleição municipal.

O programa dura em média uma hora e meia e tem grande audiência. Há a interveniência de um locutor local, Serginho Abreu, que recebe as perguntas e as formula aos juízes eleitorais, que de pronto dão a resposta.

Também no cartório eleitoral dos dois municípios há uma urna, que a população já chama de 'urna dedo duro' onde são depositadas sugestões, reclamações e denúncias da população.

Com relação aos candidatos, ficaram estipuladas pelo menos duas reuniões mensais com os juízes. Na quinta-feira passada o Doutor Valcir reuniu com todos candidatos de Laranjal do Jari e nessa próxima quinta, dia 21, o Juiz Heraldo Costa reunirá com os candidatos de Vitória do Jari.

Segundo o Juiz Eleitoral Heraldo Costa, "O papel da justiça eleitoral é também preventivo. Não agimos esperando que os candidatos errem para podermos aplicar a sanção. Queremos dirimir dúvidas para que o candidado não venha a cometer o erro".

A 7ª Zona Eleitoral é composta dos Municípios de Laranjal e Vitoria do Jari e tem cerca de 30 mil eleitores, sendo o terceiro maior colégio eleitoral do Amapá, só perdendo para Macapá e Santana.