Cinema nacional ganha espaço na UNIFAP

Se você não está muito contente com os filmes que andam passando em sua televisão, se você fica desolado só de olhar para os nomes dos filmes que entram em cartaz em nossa peculiar capital, as chances de você gostar do Univercinema são razoáveis.

Quem aprecia de cinema sabe: um bom filme seguido de um bom papo faz a vida parecer menos cinza. A proposta do Univercinema é exatamente essa: reunir pessoas, construir idéias e ver imagens sendo projetadas em uma tela.

O espaço é resultado de uma parceria entre o Ministério da Cultura (Minc), a Universidade Federal do Amapá (UNIFAP) e o Festival de Imagem-Movimento (FIM). Os três parceiros vão somar forças para promover o cimena brasileiro aqui no estado. A primeira sessão será realizada dia 05 de setembro às 19 horas no auditório multiuso da UNIFAP com entrada franquíssima.

A partir dessa data, uma vez por semana, o encontro irá se repetir (mas os filmes não) no mesmo bat-lugar e no mesmo bat-horário, além disso, uma vez por mês as sessões serão levadas para os campi da UNIFAP no interior do estado.

O espaço tem também a expectativa de promover a aproximação entre os cinéfilos para potencializar a produção audiovisual com créditos amapaenses.

Na estréia do projeto, a programação será composta por muito rock ao vivo, teatro de sombras e, claro, filmes. Serão três: Iracema, uma transa amazônica , Suicídio e O Vaso.

Os trabalhos que serão projetados representam realidades de produção distintas: Iracema é cinema longa-metragem, já exibido em muitos festivais e com vários prêmios em seu currículo. Suicídio é um vídeo produzido por alunos da UNIFAP em 2004 e O Vaso, é um trabalho amapaense que compõe, desde 2005, o acervo do Festival de Imagem-Movimento.

O cardápio é variado: cinema, vídeo, teatro e rock. É só degustar.

Contatos 3223 2251 Alexandre Brito