Seminário avalia trajetória do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque

Macapá (AP), 28/08/2007 - Para avaliar a trajetória e o processo de implantação do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque (PNMT), a equipe gestora da unidade de conservação realiza amanhã, 29, a partir da 09 horas, no auditório do SEBRAE, o seminário “Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque - cinco anos de trajetória: avaliando o presente e traçando o futuro”. Concebido como espaço de reflexão e avaliação dos cinco anos de criação da unidade de conservação, o evento abordará através de palestras as principais ações realizadas no processo de implementação do Parque Nacional para que o mesmo cumpra seus objetivos: preservação dos ecossistemas naturais; realização de pesquisas científicas; atividades de educação e interpretação ambiental, uso público e desenvolvimento da região de entorno. O seminário é aberto a participação do público em geral, sendo que as inscrições serão feitas do local do evento.

Um dos destaques da programação será a apresentação dos resultados das expedições científicas realizadas no Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, cujos resultados subsidiaram o Plano de Manejo - documento que estabelece as atividades permitidas no interior da área protegida, orientando sobre o uso e manejo dos recursos naturais, inclusive a implantação das estruturas físicas necessárias para a gestão do Parque Nacional -, em fase de elaboração.

Além do seminário, na quinta-feira, 30, serão realizadas a Oficina de Avaliação da Atuação do Conselho Consultivo e a Sexta Reunião Ordinária do Conselho Consultivo do Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque, exclusiva aos representantes das instituições públicas e organizações da sociedade civil que integram o conselho.

Localizado na porção Noroeste do Estado do Amapá, junto às fronteiras internacionais com a Guiana Francesa e o Suriname, o Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque foi criado em 22 de agosto de 2002 e possui 3,867 milhões de hectares, ou seja, 0,7% do bioma amazônico. Ocupa terras de cinco municípios amapaenses - Oiapoque, Calçoene, Pedra Branca do Amapari, Serra do Navio e Laranjal do Jarí - e uma estreita faixa em Almeirim, no Pará e seus ecossistemas encontram-se em elevado estado de preservação, fruto principalmente das características geográficas que dificultam o acesso e a interferência humana. A unidade integra o Programa Áreas Protegidas da Amazônia (ARPA), uma iniciativa do Governo Federal coordenada pelo Ministério do Meio Ambiente e Ibama, em parceria com estados e municípios da Amazônia Legal brasileira, e apoiada por doadores internacionais.

Exposição - Os participantes do evento e visitantes poderão apreciar no Hall de entrada do SEBRAE uma exposição fotográfica sobre a expedição ao rio Jarí, realizada entre julho e agosto de 2005 em iniciativa conjunta do Ibama e da organização ambientalista WWF Brasil. Composta de painéis acompanhados de textos explicativos, a exposição traz flagrantes da beleza natural e das dificuldades enfrentadas pela expedição, captados por Ricardo Zig Koch, fotógrafo especializado em vida selvagem e natureza. O destaque é a área temática dedicada à transposição da bela cachoeira do Desespero.

Serviço:

Seminário: “Parque Nacional Montanhas do Tumucumaque - cinco anos de trajetória - avaliando o presente e traçando o futuro”

Data: 29 e 30/08/2007

Local: Auditório do SEBRAE/AP - Av. Ernestino Borges, 740, Laguinho.

Horário: 09:00 às 18:00h

Informações: [email protected] ou tel. (96) 2101 9016