ATO DE REPÚDIO

O Movimento NossaCasa de Cultura e Cidadania, ou simplesmente, NossaCasa, vem convidar a sociedade amapaense para um ATO DE REPÚDIO contra o terrorismo praticado pela Prefeitura Municipal de Macapá, após a entrega de um abaixo-assinado(154 assinaturas) solicitando a construção de uma parada de ônibus cultural decente na Av. Ernestino Borges, entre as Ruas General Rondon e Eliezer Levi, no bairro do Laguinho, Macapá/AP, a fim de abrigar nossa biblioteca comunitária BArca das Letras, a 55ª da Rede de Bibliotecas Comunitárias Pororoca das Letras.

Esse local, que era sujo, abandonado, foi adotado pelo Movimento NossaCasa que a partir de então começou a cuidar do espaço, transformando-o num ambiente agradável, atrativo, limpo, educativo e um ponto de encontro, de leitura e de cultura para crianças, adolescentes, jovens e idosos amantes da leitura.

De uma “parada de ônibus virtual” (sem placa, sem bancos, suja, sem nenhuma infraestrutura física para abrigar os passageiros, inclusive idosos e gestantes), foi sendo transformada, dia após dia, desde o dia 03/09/2009, em uma Parada Cultural com muitos livros, cadeiras de balanço, banco ecológico (feito de pneus velhos abandonados na rua), canoas cheias de livros e revistas, doados e disponibilizados gratuitamente à comunidade em geral. Além de abrigar a primeira Rádio Comunitária feita no meio da rua, a Rádio NossaCasa, ondas curtíssimas (“pororoquinha”) e sem autorização da ANATEL para funcionamento.

Segundo a vizinhança da Parada Cultural, no dia 16/09 (quarta-feira), na calada da noite, a Prefeitura Municipal de Macapá manda um caminhão de lixo “limpar” a Parada Cultural da NossaCasa, jogando no triturador de lixo todos os livros generosamente doados pela comunidade amapaense, que ouviu os apelos feitos pelo Movimento NossaCasa, após reportagem na TV Amapá e nos jornais locais Tribuna Amapaense e Jornal do Dia (http://www.youtube.com/watch?v=CFkjU-1D1dk).

E, em repúdio a este ato antidemocrático, contra a educação e cultura dos macapaenses é que o Movimento NossaCasa intensificará a ocupação pacífica, cultural e cidadã das nossas paradas de ônibus, implantando ainda mais bibliotecas comunitárias nesses espaços públicos, ou seja, de todos nós, cidadãos e moradores desta cidade, tão maltratada, abandonada e carente de idéias, iniciativas e ações voluntárias, simples e criativas, em prol da coletividade.

Junte-se a nós, nesta segunda-feira (21/09/2009), e participe da transformação da parada de ônibus em frente à Prefeitura de Macapá(Av. Fab) em uma Parada Cultural, com uma biblioteca comunitária com 200 (duzentos) livros/revistas, aproximadamente, e muitas atividades culturais (roda de leitura, exposição de artesanato da Reserva Extrativista do Cajari, exposição de fotos do Movimento NossaCasa na floresta, Rádio NossaCasa). Concentração na Parada Cultural da NossaCasa, a partir das 9 :00 horas e, em seguida, caminhada cultural em direção à Prefeitura de Macapá.

Venha, traga sua doação, sua apresentação artística, sua criatividade, seu ponto de vista. Afinal, a parada de ônibus em frente à Prefeitura também é a NossaCasa.

Disque Biblioteca Comunitária : 8129 1837 (Jonas Banhos)/ 9139 0464 (Rita de Cácia)

Fotos e vídeos da Parada Cultural da NossaCasa:

http://www.youtube.com/user/NossaCasadeCultura#play/all

http://www.orkut.com.br/Main#Album?uid=4954502125303288669&aid=1252061165

www.nossacasaap.com.br

http://www.jdia.com.br/pagina.php?pg=exibir_not&idnoticia=10583

======================================================

Jornal do Dia
10/09/2009

Projeto leva a leitura e cultura para a rua
A coordenação do Movimento lança mais um projeto cultural em Macapá, agora com lançamento da Parada Cultural da Nossa Casa

O Movimento Nossa Casa de Cultura e Cidadania vem contribuindo para ampliar os horizontes culturais das comunidades ribeirinhas do Estado através da leitura e da valorização regional de cada região.

A coordenação do Movimento lança mais um projeto cultural em Macapá, agora com lançamento da Parada Cultural da Nossa Casa. O Projeto está sendo divulgado na parada de ônibus da Avenida Enertino Ramos, próximo ao INSS. “A prática da leitura se faz presente em nossas vidas desde o momento em que começamos a “compreender” o mundo à nossa volta. Estamos divulgando o nosso trabalho através dessa biblioteca comunitária, onde todos ficam sabendo valorizar nossa cultura, a leitura, é um espaço democrático e livre”, disse o coordenador geral do Mvimento, Jonas Banhos.
O coordenador adiantou que a Biblioteca está recebendo doações de revistas e livros, e que a população participe dos projetos elaborados pelo Movimento, citando um deles: a Barca de Letras, que consiste em instalar pequenas bibliotecas nas regiões mais longínquas do país, nas quais os livros são dispostos num tipo de arca. “Então, adaptamos as velhas embarcações e as transformamos em bibliotecas para tornar a iniciativa mais familiar ao modo de vida das pessoas. Afinal, os barquinhos são o principal meio de transporte aqui”, disse.
A população que passava pelo local aprovou a iniciativa do movimento. Para o estudante Alan Sanches, o Projeto tem uma informação fácil de compreender e de participar, revelando que ações dessa forma só tem a contribuir com a educação até mesmo de pessoas que nunca teve contato com a leitura. “Estava aqui na parada e achei super interessante essa ação, percebi que até as pessoas que não se interessam pela leitura ficou admirada pela forma do projeto ser apresentado”, ressalta.
Jonas anuncia que a Nossa Casa de Cultura e Cidadania está de portas abertas para o público poder conferir o acervo de livros e revistas do Movimento. O coordenador anunciou que o Movimento já possui 55 bibliotecas comunitárias em 10 municípios. “Estamos de portas abertas para a população opinar e contribuir para progresso da Nossa Casa, queremos resgatar a cultura popular dessas regiões, valorizando os costumes locais, e assim, contribuir para o intelecto de cada um”, conclui.
A Casa de Cultura e Cidadania está localizada na Avenida Enertino Borges, entre as ruas Eliezer Levy e General Rondon.


--
Casa de Cultura e Cidadania do Amapá.

www.nossacasaap.com.br