Resumo da entrevista do juiz federal João Bosco ao programa Tribuna da Cidade.

SANEAMENTO: Bancada Federal se comprometeu a providenciar a importância de R$ 19,5 milhões, a fim de viabilizar a contratação de Projeto Básico, com vistas a universalizar a distribuição de água e rede de esgoto tanto em Macapá como em Santana;

Há 68 milhões disponibilizados pela CEF ao Governo do Estado/AP, a fim de melhorar a distribuição de água em Macapá; essa melhoria atingirá cerca de 70% da população da Capital;

A continuidade das obras de construção no aeroporto foram destravadas, pelo julgamento dos processos que impediam o seu andamento, devendo ser enaltecida a atuação do Deputado Federal Sebastião Bala e Senador Gilvam Borges;

Transferência das áreas administradas pela Infraero está próxima do fim, o que implicará na viabilização de inúmeras obras públicas, como, por exemplo, programa minha casa, minha vida (governo federal), av. norte-sul (ligando a zona norte ao centro da capital), prédios públicos etc... O Ministro Nelson Jobim merece alguma homenagem do Amapá, inclusive, se a Assembléia Legislativa do Amapá oferecer, já aceitou o título de CIDADÃO AMAPAENSE;

TRÂNSITO: o Prefeito Roberto Góes precisa fixar-se em duas metas prioritárias, ou seja, fiscalização eletrônica e contratação de um plano de mobilidade urbana, por empresa que tenha “know-how”.

OBRA DA JUSTIÇA FEDERAL: Como está? A obra de construção da nova sede da Justiça Federal está a pleno vapor, ou seja, se a bancada federal do Amapá incluir os 18 milhões faltantes, essa obra será concluída no mês de dezembro de 2010. A bancada federal se comprometeu a fazer esforço máximo com vistas a obter esses recursos em favor da Justiça Federal. O destaque dessa obra é uma área social, destinada para uma biblioteca pública, escola de música e restaurante popular, viabilizando a inclusão social de pessoas que se encontram na base da pirâmide;

Há 310 (trezentos e dez) milhões em emendas de bancada a fim de serem utilizadas em Macapá. O prefeito de Macapá, Roberto Góes, necessita, com urgência, contratar uma empresa de arquitetura e urbanismo, que tenha know-how e seja séria, com vistas a viabilizar a elaboração dos projetos que permitirão o uso dessas verbas.


OBS: eis o resumo da entrevista proferida pelo Juiz Federal João Bosco ao programa Tribuna da Cidade, nesta data, 24/09, presidida pelo jornalista Carlos Lobato. Os itens 5 e 7 não chegaram a ser abordados pela falta de tempo.

Contato: Gilvana: 3214-1533 / 9976-2962