Lançado em Brasília livro que conta a história do PDSA


Brasília, 26/09/2007 ? O lançamento do livro ?Desenvolvimento Sustentável no Amapá: uma visão crítica?, pela Fundação João Mangabeira, movimentou o Café do Brasil, na capital federal, nesta quarta-feira, à noite. Organizado por Alain Ruellan, Manuel Cabral e Nilson Moulin, o livro conta e analisa os sete anos do Programa de Desenvolvimento Sustentável do Amapá ? PDSA, coordenado pelo governador João Alberto Capiberibe.

Um dos trechos do livro sintetiza o antagonismo vivido no estado: ?Os resultados das eleições de outubro de 2002 foram contraditórios: o PDSA ganhou com as eleições de Capi (Senado Federal) e Janete (Câmara Federal), mas perdeu com a eleição de Waldez Góes (Governo do Amapá). Eleição essa prosperada pelo trabalho de destruição sistemática do PDSA empreendido, a partir de abril de 2002, pela governadora Dalva Figueiredo.? A história se desenrola, passa pelo período que culminou na cassação de cartas marcadas dos mandatos da deputada Janete Capiberibe e do senador João Capiberibe e revela como o desmonte das políticas públicas do PDSA e a falta de compromisso com a ética na relação público-privado traz prejuízos ao povo e ao estado do Amapá.

No lançamento do livro, em Brasília, estiveram coordenador do PDSA João Alberto Capiberibe, o escritor professor Nilson Moulin, o ministro de Ciência e Tecnologia Luiz Elias, o presidente de honra do Partido Socialista Brasileiro, Roberto Amaral, o líder do PSB na Câmara, deputado Márcio França, o deputado federal Dr, Ribamar Alves, do Maranhão, o presidente da Fundação João Mangabeira, Carlos Siqueira, jornalistas, escritores, editores, livreiros e membros da academia de São Paulo e da capital federal, amigos e defensores do PDSA.

Esta edição do ?Desenvolvimento Sustentável no Amapá: uma visão crítica?, está disponível na Fundação João Mangabeira ao preço de R$ 20,00 e nas melhores livrarias.