Infra-estrutura inicia rodada de estudos sobre cargos e salários



Engenheiros e técnicos do setor de infra-estrutura do Governo estadual iniciaram ontem, terça-feira (25), a primeira rodada de estudos sobre a montagem de um plano geral de cargos e salários para os profissionais da área. A reunião aconteceu na Assembléia e foi acompanhada pelo secretário legislativo da Casa, Paulo Melém, conforme recomendação do presidente, Jorge Amanajás (PSDB), durante a audiência pública da quinta-feira, 20.

De acordo com um dos integrantes da bancada da infra-estrutura da AL, o deputado Ruy Smith (PSB), o presidente Jorge Amanajás dispôs os técnicos do legislativo para assessorar nos estudos e montar o plano dentro das normas técnicas exigidas, o que favorecerá a aprovação do futuro documento.

Inicialmente, foi discutido valores atuais e comparações com outras categorias do Estado que já possuem regulamentação parecida como a dos policiais civis e educadores.

Hoje, a média salarial de um engenheiro do quadro estadual é de R$ 1,5 mil e o salário médio de um técnico fica em torno de R$ 800. Ainda não há uma previsão estabelecida de valor a ser fixado no plano.

Outras reuniões deverão ocorrer no próximo mês para montar o documento cuja redação final será transformada em projeto de lei para aprovação na AL. Conforme informações do líder do Governo na Assembléia, deputado Roberto Góes (PDT), o governador Waldez Góes já deu sinais de apoio a categoria.

Fernando França