Primeiro curso profissionalizante de panificação iniciou nesta segunda (1º)

O objetivo é qualificar e especializar mão-de-obra para o setor, visando contribuir para o aperfeiçoamento contínuo desses profissionais

Denyse Quintas

O Projeto Panificação Competitiva, realiza no período entre 1ª de setembro a 28 de novembro, como ação integrante do planejamento do projeto, o primeiro curso profissionalizante de panificação e confeitaria. O curso acontece no Centro de Treinamento da Casa do Sorveteiro, das 14h30 às 17h30, em parceria com o Senac, Sesi e o Sebrae, com uma carga horária de 180 horas.

Segundo a gestora do projeto, Nelma Pires, as aulas foram estruturadas em teóricas e práticas durante três meses. Nesse período, os participantes terão ainda uma preparação básica sobre boas práticas de fabricação, formação de preços dos produtos, orientações sobre segurança e saúde do trabalhador, entre outros.

“Esta ação é uma grande oportunidade de qualificar novos colaboradores para as empresas, visando com isso suprir a grande carência desses profissionais no mercado de trabalho”, disse a gestora Nelma Pires, informando que o setor da panificação, exige alta demanda de padeiros e confeiteiros, especializados, na fabricação de pães, bolos, tortas e outros produtos.

Por ser a primeira ação desse porte realizada pelo projeto, inicialmente foram disponibilizada 20 vagas, sendo que a coordenação técnica estará sob a responsabilidade da empresa Casa do Sorveteiro, uma das principais empresas de fornecimento de insumos para panificação no Estado do Amapá e com vasta experiência na formação desses profissionais e do Sebrae.

“Podemos considerar que esta é uma ação de parceiros, onde cada um irá contribuir com a formação de novos profissionais e de acordo com sua atuação de competência, visando desta forma prepará-los não somente para a fabricação de produtos, mas, em outras áreas, a exemplo, mercado e gestão”, finaliza a gestora Nelma Pires.