INSS AMAPÁ INICIA EXECUÇÃO DO PLANO DE AÇÕES PRIORITÁRIAS

A gerência executiva do Instituto Nacional do Seguro Social - INNS no Estado do Amapá, deu início esta semana, a execução do Plano de Ações Prioritárias, determinando providências para reduzir o represamento de processos parados há mais de 45 dias e antecipando o agendamento eletrônico com tempo de espera além do mês de novembro.

No primeiro caso, foi constituído um grupo de trabalho integrado por sete servidores e estabelecido o prazo de 22 dias para a solução das pendências.

Levantamento preliminar indicou que as agência da previdência que apresentam esse tipo de problema no Estado são as de Macapá, Santana, Laranjal do Jari e prevmóvel. No total, são mais de setecentos processos represados nos três municípios.

Outra providência determinada pela gerência executiva do órgão no Estado foi a antecipação de agendamento eletrônico. Os próprios operadores da central telefônica 135 se ecarregam de contatar os segurados com agendamento acima de um mês e meio, oferecendo-lhes datas mais recentes para encurtar o atendimento. Os segurados que fizeram agendamento sem fornecer dados que possibilitem o contato estão sendo convocados através da mídia.

Para a gerente executiva do INSS, Socorro Costa, o Plano de Ações Prioritárias, será fundamental na meta do órgão de eliminar o estoque de processos de benefícios e acabar com as filas nas unidades de atendimento.