Unifap - Professores decidem pela manutenção do indicativo de greve sem data.

Em Assembléia realizada ontem no Bloco B da Unifap com a presença de 27 professores foram deliberadas as seguintes ações:
1) Suspensão da data do dia 15 como início da greve;
2) Audiência com o Reitor da Unifap para tratar das seguintes questões: Reivindicações Nacionais dos docentes - posição da ANDIFES; Reivindicações locais dos docentes; Realações políticas do Sindufap com a administração superior;
3) Marcha a Brasília do dia 24 de outubro.

Sobre o primeiro ponto foi avaliado, que em acordo a decisão do setor das federais realizada no último final de semana em Brasília, os docentes devem aguardar a rodada da próxima semana de Mesas de negociação com o MPOG/MEC e a partir do dia 22 nova Assembléia para avaliação. Consideramos que o governo, pela primeira vez, manifestou disposição a negociar.

A próxima semana será de intensa mobilização para que possamos pressionar o governo federal a apresentar uma proposta de fato as nossas reivindicações.

Abraços e muita luta para [email protected],
Marinalva Oliveira
Secretaria Geral do SINDUFAP em exercício