Papaléo afirma que médicos brasileiros são heróis

O senador Papaléo Paes (PSDB-AP) afirmou nesta quinta-feira, dia 18 de outubro, Dia Nacional do Médico, que, diante de todas as dificuldades que enfrentam no exercício de sua profissão, os médicos brasileiros são verdadeiros "heróis".

O senador, que é médico, lembrou os baixos salários, a insuficiência do número de profissionais nos hospitais, a falta de equipamentos, a violência no atendimento ambulatorial e os escândalos na distribuição de recursos para a saúde pública, entre outros problemas.

- Na região Norte, a situação é ainda mais calamitosa. Para atender seus pacientes, os médicos têm que percorrer distâncias enormes em embarcações precárias, muitas vezes até mesmo a pé. Diante de tudo isso, o exercício da Medicina não é apenas um mero ganha pão, mas um nobre e gratificante sacerdócio - afirmou Papaléo que também é presidente da Subcomissão de Promoção, Acompanhamento e Defesa da Saúde do Senado Federal.

No momento em que o Congresso Nacional discute a regulamentação da Emenda Constitucional 29, que pode aumentar em até R$ 20 bilhões os recursos para a saúde, Papaléo conclamou todos os parlamentares a se engajarem na luta pela saúde pública de qualidade no país.

Com informações do Gabinete do Senador e da Agência Senado