Casamento Comunitário beneficia 49 casais no Iapen

A vigésima primeira edição do projeto Casamento Comunitário entra para a história. Pela primeira vez a cerimônia foi realizada dentro do Instituto de Administração Penitenciária do Amapá (Iapen) com o casamento de 49 casais. O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Inclusão de Mobilização Social (Sims) foi o grande incentivador do projeto através do pagamento das custas cartoriais e outras taxas. O evento ocorreu no sábado, 27 de outubro, na quadra poliesportiva do Iapen.

O Casamento Comunitário é coordenado pelo Tribunal de Justiça do Amapá (TJAP) e conta com o apoio do Cartório Cristiane Passos. A secretária de Inclusão, Marília Góes, disse que o Estado cumpre seu papel social ao proporcionar aos casais a oportunidade de oficializar o matrimônio. “Muitos já viviam há anos com a companheira, mas por conta da falta de recursos ainda não haviam oficializado o casamento. É mais uma oportunidade de contato direto que o governador Waldez Góes tem com a sociedade e principalmente com os apenados do Iapen que necessitam ainda mais deste tipo de incentivo para que possam cumprir suas penas com dignidade”, avalia Marília Góes.

É o caso de Paulo da Silva Costa e Silvana Cardoso dos Santos. O casal vivia junto há quatro anos. A oficialização do casamento era um projeto que estava nos planos, mas faltava dinheiro para pagar as custas do processo. “Estamos muito felizes. Finalmente conseguimos casar. É um sonho que se tornou realidade graças ao apoio do Estado, da Justiça e do Cartório. Agradeço a Deus por esse momento em nossas vidas”, disse emocionado.

O coordenador do projeto, juiz Heraldo Costa, afirma que o Governo do Estado tem sido um grande parceiro do Casamento Comunitário. “Sem esse importante apoio do Estado não teríamos condições de unir tantos casais ao longo dos anos”, admite.

O diretor do Instituto de Administração Penitenciário do Amapá, Walcyr Santos, acredita que a união dos casais significa um importante avanço para ressocialização.

A cerimônia de casamento, a troca de alianças e o beijo foram os momentos mais esperados pelos casais. A banda de música do Corpo de Bombeiros tocou marcha nupcial e emocionou os participantes.

Os casais receberam ainda uma homenagem com a entrega de brindes e um coquetel. O Grupo Esperança, que atua há treze anos no processo de evangelização dentro do Iapen, cantou a música “Ansiedade” para os recém casados.

O projeto Casamento Comunitário existe desde 2002. Desde 2003, quando assumiu o Governo do Estado, o governador Waldez Góes tem sido um importante parceiro do evento. Mais de 5.300 casais já oficializaram de lá pra cá a união.