Agricultura Integrada. Uma proposta para demonstrar viabilidade de negócio com recursos naturais

O segmento faz parte do Bairro Agronegócio, da Cidade Empreendedora, na 2ª Feira do Empreendedor

Da Assessoria de Comunicação Sebrae/AP

Apresentar uma proposta de negócios associada a recursos naturais, bem como despertar o interesse do empreendedor para os segmentos econômicos da agroindústria, fez com que o Sebrae proporcionasse, na 2ª edição da Feira do Empreendedor, inovação e economia para as micro e pequenas propriedades rurais.

Para o setor da agricultura familiar, a sugestão é demonstrar a viabilidade de negócios a partir da utilização dos recursos naturais locais, especialmente plantas medicinais, aromáticas e óleos vegetais com potenciais para fitocosméticos e fitoterápicos que estão integradas a produção de hortaliças e frutas, tendo por base princípios agroecológicos, levando-se em consideração que o Estado do Amapá possui a maior área de cobertura vegetal preservada, com vasta riqueza de recursos naturais a serem explorados de forma racional.

Para o técnico do Sebrae e gestor de projeto Horticultura da Região Urbana, Reginaldo Alves, “a idéia é despertar o interesse dos empreendedores para esse segmento econômico, além de ser um atrativo a mais para os visitantes da Feira do Empreendedor deste ano”. Ele informou ainda que nenhum empreendedor conseguiu ver o potencial econômico nesse setor, talvez por desconhecimento técnico, principalmente, porque no Amapá ainda não existe curso que forme profissionais específicos para trabalhar na área agrícola.

Para o espaço do Bairro do Agronegócio será apresentada uma maquete viva do Programa Agroecológico Integrado e Sustentável - PAIS, que representará o cultivo integrado de hortaliças, frutíferas, plantas medicinais e aromáticas, criação de galinhas e área manejada de açaí, combinados com a produção de mel e o cultivo de flores e folhagens tropicais. O objetivo deste espaço é divulgar e difundir o Programa Pais como oportunidade de negócio.