Bolsa esporte agora é lei no Amapá

O governador Waldez Góes (PDT) sancionou na manhã desta quarta-feira (14/11), a lei que cria o Programa Bolsa Esporte. A solenidade aconteceu no Palácio do Setentrião com a participação do deputado estadual Moisés Souza (PSC), autor do projeto de lei aprovado por unanimidade na Assembléia Legislativa; autoridades ligadas ao esporte e a assistência social; além de representantes de federações esportivas do Estado.

A nova lei visa incentivar a prática de modalidades esportivas, através de apoio financeiro concedido pelo poder público. Os atletas beneficiados receberão a bolsa no valor a partir de um salário mínimo.

Entre os critérios exigidos, o programa estabelece que os atletas devam se dedicar exclusivamente aos estudos e ao esporte, sendo vedada qualquer outra atividade remunerada. A capacidade técnica dos atletas é um outro critério a ser levado em consideração.

Eliel Tenório, presidente da Federação de Karatê do Amapá, falou em nome dos representantes das federações esportivas. Ele agradeceu ao deputado Moisés Souza e ao governador Waldez Góes, afirmando que a sanção da lei demonstra o compromisso dos dois com o desporto amapaense.

O secretário de estado do Desporto e Lazer, Hildo Fonseca, informou que o Amapá tem atletas de destaque em várias modalidades esportivas em nível local, regional e nacional. Segundo ele, com o incentivo que a nova lei vai proporcionar, o Amapá poderá ter atletas preparados para competições internacionais.

Contente com a sanção da lei, Moisés Souza disse que mais uma vez cumpriu a obrigação como parlamentar. “Tivemos a iniciativa de criar essa lei que será um instrumento de transformação social e de melhoria da qualidade de vida para muitos jovens que hoje, sem uma oportunidade como essa, pode estar entrando para uma situação de risco social”, observou.

Para o governador Waldez Góes, o Programa Bolsa Esporte é um novo instrumento que chega para valorizar e engrandecer o esporte do Amapá. Ele ressaltou que muitos jovens se destacam em diversas modalidades esportivas hoje no Estado, mas não conseguem despontar nacionalmente por falta de patrocínio. “Essa lei vai garantir o incentivo necessário para que o atleta melhore o seu rendimento físico e técnico e possa participar das competições.”, analisou.

O governador ressaltou que o governo tem investido no esporte amapaense, tanto que criou a Secretaria de Estado do Desporto e Lazer - Sedel. “Na medida do possível estamos apoiando as federações nas competições e os atletas, mas com a nova lei, poderemos trabalhar isso de forma conjunta e mais definida”, garantiu. (Volney Oliveira)