XIII Encontro dos Tambores continua hoje na UNA.

A programação do XIII Encontro dos Tambores continua hoje na União dos Negros do Amapá-UNA. Desde o último dia 14, com abertura da Semana da Consciência Negra, capoeiristas, seguidores de religiões de matriz africana, como candomblé e tambor mina, além de apresentações de artistas regionais levaram ao bairro do Laguinho centenas de pessoas. O Encontro dos Tambores faz parte das comemorações da Semana da Consciência Negra, que encerra amanhã, 20 de novembro, quando será relembrada a morte de Zumbi dos Palmares

Durante estes três dias se apresentarão 36 comunidades de todo o Estado. Na noite de ontem (18) onze comunidades se apresentaram ao som do marabaixo. Senhores, jovens e crianças levando suas bandeiras, mastros e imagens de santos de devoção fizeram com que o público dançasse no anfiteatro da UNA, onde as três circunferências simbolizam a união das raças negra, branco e índio. Na noite de hoje, 19, a partir das 20:00 mais doze comunidades estarão se apresentando.

Amanhã (20), no encerramento acontece o momento maia esperado, a Missa dos Quilombos. Este ano ela será rezada pelo Padre Betinho, que faz parte de um grupo de reúne padres e religiosos negros do Brasil. Além da missa, ele visitará algumas comunidades negras do Estado até sexta-feira, 23. Amanhã, às 15:00 acontece ainda a Batuquerada, quando no trio elétrico o grupo que canta a missa percorre as ruas do Laguinho sendo seguida e aplaudida pelos moradores.O site do evento também será lançado amanhã: www.una-ap.com.br.

Mariléia Maciel