Degustação de feijão-caupi da Embrapa na Expofeira 2007

A variedade de feijão-caupi "BRS Novaera", lançada em setembro deste ano pela Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa), está em exposição no estande da Embrapa Amapá durante a 44ª Expofeira 2007. No local, o visitante tem a oportunidade de conhecer os grãos, tirar dúvidas sobre o plantio e a colheita com os técnicos da empresa e receber folder com informações técnicas sobre a variedade.

Para apreciação do sabor da cultivar "BRS Novaera", será realizada uma degustação de baião-de-dois na noite de sexta-feira, 30, a partir das 20 horas. Cerca de 200 porções serão servidas ao público que comparecer ao estande da Embrapa.

Também estão em exposição as variedades de feijão-caupi "Amapá" e "BRS Mazagão", lançadas pela Unidade da Embrapa no Amapá. Neste espaço, está sendo mostrada em primeira mão a variedade de feijão-caupi a ser lançada em 2008 pela Embrapa Amapá, que tem o nome provisório de "BRS Tumucumaque".

Conhecido também como feijão da colônia, o feijão-caupi é típico para o prato baião-de-dois e saladas. É rico em proteínas, fibras e energia. O potencial para aceitação comercial da "BRS Novaera" vem dos grãos bem-formados, no padrão de preferência de uma grande faixa de consumidores no mercado nacional e até internacional, pois os estados do Pará e Mato Grosso já exportam feijão-caupi para países africanos e asiáticos.

A "BRS Novaera" é resultado de pesquisas desenvolvidas pela Embrapa Meio-Norte (Teresina/PI) e Embrapa Amazônia Oriental (Belém/PA). A cultivar é recomendada para cultivo nas regiões Norte (Pará, Roraima, Amapá, Rondônia e Amazonas), Nordeste (Maranhão e Rio Grande do Norte) e Centro-Oeste (Mato Grosso do Sul). O porte semi-ereto da planta permite a colheita totalmente mecanizada dos grãos. No Amapá, os testes de campo foram conduzidos pelo pesquisador Emanuel Cavalcante.

A colheita mecânica direta da "BRS Novaera" é adequada a agricultores empresariais. Uma outra característica, porém, torna a nova cultivar recomendada também para agricultores familiares, que compõem a grande maioria dos produtores de feijão-caupi. As sementes da cultivar "BRS Novaera" estarão disponíveis aos produtores de sementes a partir de janeiro de 2008, por intermédio da Embrapa Transferência de Tecnologia /Escritório de Negócios de Petrolina (PE).

Para se obter de 200 a 250 mil plantas por hectare, são necessários de 40 a 50 quilos de sementes por hectare. No caso do plantio direto (técnica sem arar ou gradear) é aconselhável acrescentar mais 20% de sementes. Para terem acesso aos estoques de sementes básicas, os produtores de sementes precisam ser registrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) e cadastrados como produtores-parceiros junto à Embrapa Transferência de Tecnologia.

SERVIÇO: O estande da Embrapa Amapá fica localizado na segunda rua, partindo da entrada principal, entre os estandes do Incra e do Clube de Aeromodelismo no Amapá.

OBS.: Há seis anos as cultivares lançadas pela Embrapa são identificadas por BRS em alusão a Brasil. Não pode ser BR porque esta sigla já é referência para a Petrobrás.

 

Dulcivânia Freitas