Delegação de jornalistas daGuiana
chega a Macapá nesta quiinta-feira


Uma delegação de 11 jornalistas da Guiana Francesa estará em Macapá entre os dias 12 e 16 de junho para realizar a primeira visita de intercâmbio previsto no Protocolo de Cooperação assinado há pouco mais de um mês pelo Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Amapá (Sindjor-AP) e o Club
de la Presse de Guyane Française (CPG). O programa de intercâmbio prevê o aperfeiçoamento profissional, apoio logístico abertura de espaço editorial e produção de conteúdo nos veículos de comunicação do Amapá e da Guiana, além do aprendizado de francês e português.

A delegação guianense formada por jornalistas de várias mídias, fará visitas intitucionais a entidades governamentais e empresas de comunicação do Estado e se encontrará com jornalistas e estudantes de comunicação para discutirem juntos como os profissionais podem se integrar na cooperação regional ajudando a construir uma identidade regional entre os dois povos.

"A idéia é conhecer de perto o trabalho dos colegas do Amapá e entender melhor alguns aspectos da organização social e cultural do Estado. A primeira consequência desse intercâmbio é que já vamos produzir vários conteúdos para os nossos veículos", afirma o jornalista Frantz Montoban, presidente do CPG que chefiará a delegação.

Em outubro está prevista a ida da primeira delegação de jornalistas amapaenses para a Guiana Francesa. Eles participarão das discussões do fórum "Universidade de Comunicação da Amazônia", uma instância que pretende integrar os países amazônicos através de propostas que envolvam as mídias num contexto social.

Enquanto isso, a Comissão de Articulação da Cooperação Amapá/Guiana, no âmbito do Sindjor, procura meios para viabilizar um curso de francês específico para os jornalistas. O curso intensivo preparará os profissionais para uma incursão mais importante ainda: Os jornalistas do Amapá, através do Sindjor, já receberam convite para participar do congresso anual de jornalistas francófonos (de língua francesa) que acontece na Martinica em dezembro. Mais de 500 profissionais de várias partes do mundo devem estar no encontro.

A delegação de jornalistas guianenses é composta por, redatores, fotógrafos, cinegrafistas e repórteres de jornal, rádio e televisão. Junto com os jornalistas estará também a jornalista Marthe Panelle, assessora de comunicação do Conselho Regional da Guiana, o que equivale à secretaria de comunicação do presidente Antoine Karan.

Além das visitas a empresas de comunicação os jornalistas também terão encontros com o governador Waldez Góes e o presidente da Assembléia Legislativa, Lucas Barreto, onde discutirão aspectos da cooperação, políticas públicas e temas variados como cultura, lazer e turismo.
"Esse primeiro contato já vai contribuir para abrir uma série de possibilidades para os profissionais dos dois lados.

A cooperação veio num momento de maturidade das entidades de jornalistas e é pra valer. Sabemos o que queremos agora é só questão de tempo até chegarmos lá", afirma o presidente do Sindjor, Gilberto Ubaiara.


X.X.X.X.X.X.X
VISITA DE NTERCÂMBIO CULTURAL ENTRE JORNALISTAS DO AMAPA E DA GUIANA FRANCESA

DE 12 A 16 DE JUNHO 2003

PROGRAMA

QUINTA-FEIRA (12 de JUNHO)

13h30:
Chegada da delegação de jornalistas guianenses pelo vôo da Penta e translado para Hotel Mara (Av: São José -Centro)

15 horas:
Encontro com o presidente da Assembléia Legislativa do Amapá Deputado Lucas Barreto
-Entrevista e produção de matérias jornalisticas

17 Horas:
Visita à empresa de publicidade M2 Comunicação -Av: Fab
-Exposição do funcionamento da agência pela publicitária Marly Mafalda e contato com funcionários e diretores

18 horas:
Visita ao centro de língua francesa Danielle Mitterrand
-Entrevista com a direção da escola, alunos e professores

20 horas:
Visita ao jornal "A Gazeta"
-Encontro com o superintendente Sillas Assis Júnior e apresentação da correspondente do jornal na Guiana Francesa
-Acompanhamento do fechamento da edição da semana

SEXTA-FEIRA (13 de JUNHO)

8h30:

Visitas aos veículos de comunicação
Rádios: Antena (102 FM )- Sr. Reginaldo Borges, Rádio Difusora- Sr. Ronaldo Picanço, TV Tucuju -Sr. Geovani Borges, TV Amapá- Sr. Taumaturgo Ferreira, TV Marco Zero (SBT) Sr. José Alcolumbre - Assistir ao vivo o Jornal do Meio Dia e a entrevista de estúdio.

14 horas:
Almoço

Local : A combinar

16h30:
Reunião de Trabalho com a direção do Sindjor e convidados

19h30
Visita ao III Espaço Mercadológico e Empresarial de Administração do CEAP, EMEAC - 2003 no Salão de Exposições do SEBRAE.
-Produção de reportagens com entrevistas sobre o trabalho dos acadêmicos, Faculdade e do Sebrae

21 Horas:

Jantar oferecido pela direção da Gazeta e Sindjor
Local: Restaurante Estaleiro

SÁBADO (14 de JUNHO)

10 Horas:
Encontro com o governador do Estado do Amapá Waldez Góes -Presenças do secretário de comunicação Olimpio Guarany e do diretor da ADAP, Edmar Lourinho Magno, que também ficarão disponíveis para entrevistas
-TEMÁTICAS DE ABORDAGEM:
Balanço da cooperação regional com a Guiana Francesa, novos projetos, pontos prioritários a partir da nova gestão...

Local: Palácio do Setentrião

13 Horas:
Almoço

Tarde Livre
City Tour, compras, etc.

17 horas:
Conferência "COMUNICAÇÃO, CULTURA E SOCIEDADE: O PAPEL DOS
PROFISSIONAIS DO AMAPÁ E DA GUIANA NA CONSTRUÇÃO DE UMA
IDENTIDADE REGIONAL"
-A conferência será promovida numa parceria entre o Sindjor a Secom a faculdade Seama e o CPG (Clube de La Presse da Guiana)
- Os debates serão encaixados dentro da programação "Semana da Mídia" do curso de jornalismo da Faculdade Seama
Local: Auditório do CRDS

DOMINGO (15 de Junho)

10 horas:
Visita ao Quilombo do Curiau.
Apresentação de danças (batuque e marabaixo)
Exposição sobre a história do lugar (reportagens)

13 horas:
Almoço (Curiau)
Tarde Livre

SEGUNDA (16 de Junho)

08 horas:

Café com o reitor da Faculdade Seama Carlos Scapin
-Visita institucional

14 horas:

-Retorno da delegação à Guiana Francesa (Vôo Penta)

X.X.X.X.X.X.

RELAÇÃO DOS JORNALISTAS INTEGRANTES DA DELEGAÇÃO DA GUIANA FRANCESA QUE PARTICIPARÃO DO INTERCÂMBIO EM MACAPÁ NO PERÍODO DE 12 A 16 DE JUNHO DE 2003

NOME FUNÇÃO VEÍCULO
PIERRE GIRARD - REDATOR - FRANCE GUYANE
CHRISTIANEANAVERBEQ - REDATORA - LES ECHOS(JORNAL NACIONAL)
MAGALIE FILOU - REDATORA -FRANCE GUYANE
JODY AMIET - REP.FOTOGRÁFICO - INDEPENDENTE
MARC HO-A-CHUCK - DIRETOR-GERAL - TV - ANTENNECREOLE GUYANE
MARTIAL GRITTE - REPORTER/REDATOR - TV - ANTENNECREOLE GUYANE
THIERRY MERLIN - REPORTER/REDATOR - TELE GUYANE -TV
MAURICE TIOUKA - REPORTER/REDATOR - TELE GUYANE -TV
FRANTZ MONTOBAN - REPORTER/REDATOR - TELE GUYANE - (CPG)
MARTHE PANELLE - ASSESSORA. DE COMUNICAÇÃO - CONSELHO REGIONAL DA GUIANA FRENCESA
LAURENT MAROT - REPORTER/REDATOR - RADIO GUYANE


Doce Amazônia

Doces e licores
de frutas regionais.
Deliciosos.
0XX96 224 1491


Bombons da Sol
Bombons de chocolate com recheio de frutas regionais.
Deliciosos,
Pedidos pelos telefones 223 4335 e 9964 7433

Tia Neném
Lanches, sucos naturais e comidas regonais e nacionais.
Tacacá especial.
Tradição de 30 anos.
Cônego Domingos Maltez próximo da Eliezer Levy



 

Titica
Cipó muito usado para a fabricação de móveis. Chegou à beira da extinção.
Perau
Lugar perigoso do rio. Parte mais funda, onde o rio "não dá pé".
Timbó
Um tipo de veneno usado para matar peixes. Bate-se a planta na água, e o veneno se espalha. sem contrôle, mata.
Catinga de mulata
Catinga é cheiro ruim, mas "Catinga de mulata"é cheiro bom, tanto que virou nome de perfume nos idos dos anos cinquenta
Remanso
Ponto onde o rio se alarga, a terra forma uma reentrância e as águas ficam mais calmas
Bubuia

Aquelas minúsculas bolhas de espuma que se formam na corrente do rio. Viajar de bubuia é ser levado pelas águas. "De bubuia, título de canção popular.
Piracema

Época em que cardumes de peixes sobem os rios para a desova
Pedra do rio
Diz a lenda que que são as lágrimas de uma índia que chorava a perda do amado. É onde está a íagem de São José, na frente de Macapá.
Macapá
Vem de Macapaba, ou "estância das bacabas".
Bacaba
Fruto de uma palmeira, a bacabeira. O fruto produz um vinho grosso parecido com o o açai.
Curumim
Menino na linguagem dos índios, expressão adotada pelos brancos em alguns lugares.
Jurupary
O demônio da floresta tem os olhos de fogo, e quem o vê, de frente, não volta para contar a história.
Yara
É a mãe d'água. Habita os rios, encanta com a suavidade da voz, e leva pessoas para o castelo onde mora, no fundo do rio.
Pitiú
Cheiro forte de peixe, boto, cobra, jacaré e
outros animais.
Ilharga
Perto ou em volta de alguma coisa
Jacaré Açu
Jacaré grande.
Jacaré Tinga
Jacaré pequeno
Panema
Pessoa sem sorte, azarada. Rio em peixe.
Sumano
Simplificação da expressão"ei seu mano",que é usada por quem passa pelo meio do rio para saudar quem se encontra nas margens
Caruana
Espíritos do bem que habitam as águas e protegem as plantas os homens e os animais.
Inhaca
Cheiro forte de maresia, de axilas de homem, de peixe ou de mulher
Tucuju
Nação indígena que habitava a margem esquerda do rio Amazonas, no local onde hoje está localizada a cidade de Macapá.
Montaria
Identifica tanto o cavalo como a canoa pequena, de remo.
Porrudo
Grande, enorme, muito forte ou muito gordo
Boiúna.
Cobra grande, capaz de engolir uma canoa.(Lenda)
Massaranduba
Madeira de lei, pessoa grosseira, mal educada.
Acapu
Madeira preta, gente grossa mal educada.