Ministério Público Estadual recebe prêmio Direitos Humanos 2007.


O Comitê de Julgamento da 13º edição do Prêmio dos Direitos Humanos 2007, promovido pela Secretaria Especial dos Direitos Humanos da Presidência da República, escolheu nesta terça (27), as pessoas e instituições vencedoras nas 10 categorias de premiação. A cerimônia de entrega será no dia 11, às 11h, no Palácio do Planalto, em Brasília, com a presença do vice-presidente, José Alencar, ministros, autoridades e entidades ligadas aos direitos humanos. Os ganhadores - cujos trabalhos em defesa dos direitos humanos são merecedores de reconhecimento nacional - receberão um certificado e uma obra de arte criada pelo artista plástico Siron Franco.

A Comissão de Julgamento é formada pelo ministro Paulo Vannuchi como presidente, pelo presidente da Fundação da Associação Catarinense para a Integração do Cego (Acic) e conselheiro do Conade, Adilson Ventura, pela coordenadora do Fórum Intergovernamental de Promoção da Igualdade Racial e assessora para assuntos federativos da SEPIR, Maria do Carmo Ferreira da Silva, pelo professor da Faculdade de Direito da Universidade de Brasília, José Geraldo de Souza Júnior, pela socióloga e membro da Comissão Brasileira de Justiça e Paz da CNBB, Margarida Bulhões Pedreira Genevois, e pela professora da Universidade Federal de Pernambuco e coordenadora do Comitê Nacional em Educação em Direitos Humanos, Aida Maria Monteiro da Silva.

Lista dos contemplados:

Categoria Santa Quitéria do Maranhão - Registro Civil de Nascimento

Pessoa Física:

Maria José Figueira de Mello e Silva Medeiros - MA.
Ex-oficial de projetos do Unicef, que assumiu a bandeira do direito ao nome e sobrenome de crianças e adolescentes no Brasil, e médica especialista em saúde pública.

Pessoa Jurídica:

Ministério Público do Estado do Amapá - AP
Projeto - Registro Cidadão.


Fonte: PRESIDÊNCIA DA REPÚBLICA - Secretaria Especial de Direitos Humanos