Projeto transforma escola em centro de educação profissional.

A Assembléia Legislativa aprovou na manhã de hoje, 3, projeto de lei de autoria do deputado Roberto Góes, que transforma a Escola de Artes Cândido Portinari em Centro de Educação Profissional em Artes Visuais Cândido Portinari. Com a mudança o centro de educação atenderá exigências legais a fim de que possam ser concedidos diplomas de formação reconhecidos pelo Ministério da Educação e Cultura.

Ao ser incluído na categoria de centro de formação profissional a Cândido Portinari passa a integrar o grupo de escolas profissionalizantes que recebem verbas exclusivas do Ministério da Educação a ser aplicada na preparação de mão de obra especializada para o mercado de trabalho. ”Estamos dando um grande passo para melhorar as condições de aprendizado e de qualificação na escola de artes, além de abrir caminhos para a formação de profissionais técnicos em desenho industrial, designe, artes plásticas, pintura, entre outros”, enfatizou o deputado Roberto Góes.

Além da mudança para centro profissionalizante a Cândido Portinari aguarda a viabilização de projeto de captação de recursos, elaborado por técnicos da Secretaria de Estado da Educação, para custear a construção de novo espaço, adequado às novidades arquitetônicas modernas e funcionais, que será construído anexo ao antigo prédio da escola. “A escola Cândido Portinari precisa passar por uma reforma estrutural e organizacional que valorize o profissional que ela forma. É um incentivo para quem já possui o principal, ou seja, talento para a arte”, disse Roberto Góes.

Criada em junho de 1973, pelo governador substituto Gentil Almeida Campos, a Escola de Artes Cândido Portinari possui 34 professores em seu quadro que ministram aulas para mais de mil alunos, distribuídos em três turnos. Por lá já passaram grandes nomes da arte amapaense como R. Peixe, Gibran Santana, DeKo, Paulo Rodrigues, Wagner Ribeiro, Grimoaldo, Boni, Célio Souza, Ivan Amanajás, J. Sales e muitos mais que imortalizaram suas obras, repassando às novas gerações suas técnicas e conhecimentos.

Hanne Capiberibe