Comunidade afro-religiosa do Amapá
realiza festa homenageando São João.

O Ilê Axé Odara da Oxum Apará comemora na mês de junho o dia de São João, e como já é tradição nesta cidade realiza o festival em homenagem ao glorioso santo. A homenagem aos santos católicos feitos pelos afro-religiosos se dá por razão do sincretismo religioso, que se constituiu no passado como importante foco de resistência na preservação de costumes, tradições e principalmente da religiosidade e está expresso fusão da religião trazida da África pelo elemento negro com a religião católica dos portugueses colonizadores.

A festividade, desde 1986, está no comando do pai de santo Salvino da Oxum, presidente da FECAB (Federação dos Cultos Afro-brasileiras do Amapá) e sacerdote supremo do templo religioso acima cirtado , ele comenta sobre a importância desta festa; é a união das comunidades dos cultos afros e da comunidade católica, para mostrar à sociedade que deus está em todas as religiões, deste que a religião seja do bem;.

A programação tem inicio no dia 24 de junho e segue até o dia 6 de
julho.

PROGRAMAÇÃO

Dia 24/06; TERÇA - FEIRA
05:00h; Banho de Cheiro de São João
06:00h; Alvorada com queima de fogos e Abertura dos Tambores com
embarabô descarregando a casa preparando o ambiente para
festa.
06:30h ; Levantação do Mastro.
12:00h ; Queima de fogos e rufar dos Tambores.
17:00h ; Preparação para a procissão.
18:00h ; Procissão do Glorioso São João.

ROTEIRO: Saída da Concha Acústica da praça do Araxá, passando
pela
Rod. JK indo pela Vila dos Oliveiras até o
barracão do Pai
Salvino.
Ao chegar da procissão no barracão, rezaremos a tradicional
novena
em homenagem ao Glorioso São João (período de 24/06 a 02/07/2003, às
20:00h).

22:00h ; Toque de Tambor de Mina em homenagem aos caboclos:
*D. Maria Mineira: na croa de Pai Salvino.
*Seu Surrupira: na croa de Mãe Lene.
*Seu Corre Beirada: na croa de Mãe Fátima.
*D. Iracema: na croa de Mãe Ray.
*Seu João da Mata: na croa de Mãe Luiza.

De 25/06QUARTA-FEIRA
05:00h ; Alvorada.
18:00h ; Concurso de quadrilhas.

Dia 26/06 QUINTA-FEIRA
10:00 h ; Seminário: Discriminação Social e Religiosa.
18:00 h - Encontro dos Capoeiristas.

Dia 27/06 SEXTA -FEIRA
21:00h ; Pagode com Grupo Simpatia.

Dia 28/06; SÁBADO
22:00h ; À noite do Techno Brega com concurso de brega e música ao
vivo.

Dia 29/06 ; DOMINGO
14:00 h ; Domingueira de São João com brincadeiras de Pau-de-sebo,
quebra
pote, corrida da colher, , venda de comidas típicas,
distribuição de
pipocas, brincadeiras com o Palhaço Pimpolho e várias
outras
seguidas
de um baile toca-tudo.

Dia 30/06- SEGUNDA - FEIRA
20:00h; Concurso de Miss Caipira mirim e adulto.

Dia 01/07- TERÇA- FEIRA
22:00h; Concurso de Miss Caipira gay.

Dia 02/07- QUARTA-FEIRA
21:00h; Noite do Toca tudo.

Dia 03/07- QUINTA- FEIRA
08:00h; Concurso do Mister Negro.

Dia 04/07- SEXTA- FEIRA
18:00h; Toque de tambor em homenagem ao Povo de Légua.

Dia 05/07- SÁBADO
16:00h; Apresentação dos grupos folclóricos de MARABAIXO, BATUQUE e
BUMBA MEU BOI.

Dia 06/07- DOMINGO
10:00h; Torneio de Futebol no Campo do Castanhal.
15:00h; Bingo Beneficente.

Obs: Durante todos os dias da festividade haverá exposição da Feira de
Artesanato.


 


Doce Amazônia

Doces e licores
de frutas regionais.
Deliciosos.
0XX96 224 1491


Bombons da Sol
Bombons de chocolate com recheio de frutas regionais.
Deliciosos,
Pedidos pelos telefones 223 4335 e 9964 7433

Tia Neném
Lanches, sucos naturais e comidas regonais e nacionais.
Tacacá especial.
Tradição de 30 anos.
Cônego Domingos Maltez próximo da Eliezer Levy



 

Titica
Cipó muito usado para a fabricação de móveis. Chegou à beira da extinção.
Perau
Lugar perigoso do rio. Parte mais funda, onde o rio "não dá pé".
Timbó
Um tipo de veneno usado para matar peixes. Bate-se a planta na água, e o veneno se espalha. sem contrôle, mata.
Catinga de mulata
Catinga é cheiro ruim, mas "Catinga de mulata"é cheiro bom, tanto que virou nome de perfume nos idos dos anos cinquenta
Remanso
Ponto onde o rio se alarga, a terra forma uma reentrância e as águas ficam mais calmas
Bubuia

Aquelas minúsculas bolhas de espuma que se formam na corrente do rio. Viajar de bubuia é ser levado pelas águas. "De bubuia, título de canção popular.
Piracema

Época em que cardumes de peixes sobem os rios para a desova
Pedra do rio
Diz a lenda que que são as lágrimas de uma índia que chorava a perda do amado. É onde está a íagem de São José, na frente de Macapá.
Macapá
Vem de Macapaba, ou "estância das bacabas".
Bacaba
Fruto de uma palmeira, a bacabeira. O fruto produz um vinho grosso parecido com o o açai.
Curumim
Menino na linguagem dos índios, expressão adotada pelos brancos em alguns lugares.
Jurupary
O demônio da floresta tem os olhos de fogo, e quem o vê, de frente, não volta para contar a história.
Yara
É a mãe d'água. Habita os rios, encanta com a suavidade da voz, e leva pessoas para o castelo onde mora, no fundo do rio.
Pitiú
Cheiro forte de peixe, boto, cobra, jacaré e
outros animais.
Ilharga
Perto ou em volta de alguma coisa
Jacaré Açu
Jacaré grande.
Jacaré Tinga
Jacaré pequeno
Panema
Pessoa sem sorte, azarada. Rio em peixe.
Sumano
Simplificação da expressão"ei seu mano",que é usada por quem passa pelo meio do rio para saudar quem se encontra nas margens
Caruana
Espíritos do bem que habitam as águas e protegem as plantas os homens e os animais.
Inhaca
Cheiro forte de maresia, de axilas de homem, de peixe ou de mulher
Tucuju
Nação indígena que habitava a margem esquerda do rio Amazonas, no local onde hoje está localizada a cidade de Macapá.
Montaria
Identifica tanto o cavalo como a canoa pequena, de remo.
Porrudo
Grande, enorme, muito forte ou muito gordo
Boiúna.
Cobra grande, capaz de engolir uma canoa.(Lenda)
Massaranduba
Madeira de lei, pessoa grosseira, mal educada.
Acapu
Madeira preta, gente grossa mal educada.