Sebrae usa personagens do cinema
para fazer lançamento do Jogo de Empresas

Personagens famosos do cinema como Indiana Jones, Maskara, Lara Croff e os Irmãos Cara de Pau chegam a Macapá nesta quarta-feira, 12, para invadir as salas de aula das instituições de ensinos superior do estado. Os personagens, que vão surpreender os estudantes universitários, são interpretados pelo grupo de atores que participam da campanha nacional de lançamento do Desafio Sebrae 2002.

Usar personagens do cinema foi uma estratégia bastante criativa do Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae). Por meio dele o Sebrae espera que todos os estudantes tenham uma idéia mais interativa do que seja o Desafio Sebrae.

Os atores Charles Rocha, Raquel Quadros, Paulo Brasil, André Vargas e Jefferson Pirotta, e a coordenadora Sônia Azambuja são porto alegrenses e foram contratados pela empresa Mix 21 Comunicação Integrada LTDA, de São Paulo, para fazer o lançamento do projeto Desafio Sebrae na Região Norte.

O grupo já percorreu as cidades de Palmas (TO), Belém (PA), Manaus (AM), e agora Macapá (AP). Essa campanha de mobilização dos estudantes universitários no país teve início no dia 1º de junho.

O jogo Desafio Sebrae exige postura empresarial. O estudante descabela para decidir o preço dos produtos, comprar matéria-prima, fazer controle de estoque e investir em publicidade. Tudo isso deve acontecer em questão de minuto. Afinal, a vida empresarial exige decisões rápidas e eficazes.

Este ano, o jogo vai simular a empresa Chamma da Amazônia, do estado do Pará, que é uma fábrica de franquia de cosméticos com produtos fabricados a partir de matérias-primas regionais, como óleos de Andiroba, Castanha-do-Pará, Copaíba, raízes e ervas de Patchuli, Priprioca, Cumaru. Os produtos são extraídos à base da reciclagem de restos de madeiras e resíduos não aproveitados pelas grandes madeireiras.

Com isso, o Sebrae pretende estimular o interesse dos estudantes à abertura de novos negócios, coincidindo com a tendência empresarial da maioria dos brasileiros, sendo o Brasil o quinto país com mais gente disposta a abrir negócios.

As inscrições ao Desafio Sebrae 2002 podem ser feitas até o dia 30 de julho pelo site do Sebrae (www.sebrae.com.br).


Bombons da Sol
Bombons de chocolate com recheio de frutas regionais.
Deliciosos,
Pedidos pelos telefones 223 4335 e 9964 7433


Tia Neném
Lanches, sucos naturais e comidas regonais e nacionais.
Tacacá especial.
Tradição de 30 anos.
Cônego Domingos Maltez próximo da Eliezer Levy



 

Catinga de mulata
Catinga é cheiro ruim, mas "Catinga de mulata"é cheiro bom, tanto que virou nome de perfume nos idos dos anos cinquenta
Remanso
Ponto onde o rio se alarga, a terra forma uma reentrância e as águas ficam mais calmas
Bubuia

Aquelas minúsculas bolhas de espuma que se formam na corrente do rio. Viajar de bubuia é ser levado pelas águas. "De bubuia, título de canção popular.
Piracema

Época em que cardumes de peixes sobem os rios para a desova
Pedra do rio
Diz a lenda que que são as lágrimas de uma índia que chorava a perda do amado. É onde está a íagem de São José, na frente de Macapá.
Macapá
Vem de Macapaba, ou "estância das bacabas".
Bacaba
Fruto de uma palmeira, a bacabeira. O fruto produz um vinho grosso parecido com o o açai.
Curumim
Menino na linguagem dos índios, expressão adotada pelos brancos em alguns lugares.
Jurupary
O demônio da floresta tem os olhos de fogo, e quem o vê, de frente, não volta para contar a história.
Yara
É a mãe d'água. Habita os rios, encanta com a suavidade da voz, e leva pessoas para o castelo onde mora, no fundo do rio.
Pitiú
Cheiro forte de peixe, boto, cobra, jacaré e
outros animais.
Ilharga
Perto ou em volta de alguma coisa
Jacaré Açu
Jacaré grande.
Jacaré Tinga
Jacaré pequeno
Panema
Pessoa sem sorte, azarada. Rio em peixe.
Sumano
Simplificação da expressão"ei seu mano",que é usada por quem passa pelo meio do rio para saudar quem se encontra nas margens
Caruana
Espíritos do bem que habitam as águas e protegem as plantas os homens e os animais.
Inhaca
Cheiro forte de maresia, de axilas de homem, de peixe ou de mulher
Tucuju
Nação indígena que habitava a margem esquerda do rio Amazonas, no local onde hoje está localizada a cidade de Macapá.
Montaria
Identifica tanto o cavalo como a canoa pequena, de remo.
Porrudo
Grande, enorme, muito forte ou muito gordo
Boiúna.
Cobra grande, capaz de engolir uma canoa.(Lenda)
Massaranduba
Madeira de lei, pessoa grosseira, mal educada.
Acapu
Madeira preta, gente grossa mal educada.