Candidatos querem elevar
o quórum nas prévias do PT


"As candidaturas consolidadas nos Estados já estão em campanha e se comprometem em atuar para que o quórum das prévias eleitorais do dia 17 seja significativo". A afirmação é do secretário nacional de Organização (Sorg) do PT, Sílvio Pereira, referindo-se aos Estados onde já foram decididas as candidaturas petistas para governador(a), como no Amapá.

Segundo o dirigente petista, algumas das candidaturas ainda estão sujeitas às mudanças da conjuntura política no Estado, principalmente depois da Resolução do Tribunal Superior Eleitoral (TSE) verticalizando as alianças partidárias.

Até o momento, estão definidas as candidaturas em 17 Estados. Os nomes foram escolhidos por meio de prévia eleitoral ou Encontro Estadual. No máximo oito Estados devem realizar prévia para governador(a) no dia 17.
Cerca de 220 mil petistas portando carteira de filiado foram às urnas votar no Processo de Eleições Diretas (PED) do PT. A expectativa da direção petista é que este número seja superado nas prévias do dia 17, quando serão definidos o candidato à presidência da República, governadores, senadores e apontados os candidatos a deputados. Segundo Pereira, antes do PED, o PT contava com 125 mil endereços atualizados. Dia 17 será também o Dia Nacional de Recadastramento e, até setembro, a Sorg pretende atingir a meta de 400 mil endereços atualizados.

Os diretórios regionais e municipais que têm publicações também foram orientados a divulgarem a prévia, estimulando a
participação. As viagens dos pré-candidatos, o líder petista Luiz Inácio Lula da Silva e o senador Eduardo Suplicy (SP) em atividades de campanha por todo o Brasil, também aglutinam filiados e convidam à participação nas prévias. A Executiva Nacional também orientou os diretórios municipais e regionais a realizarem atividades durante a realização da prévia. "Nesse domingo, os Estados que já definiram candidaturas vão colocar suas campanhas nas ruas". As candidaturas indefinidas podem ser resolvidas na prévia ou por meio dos Encontros Estaduais, que devem ocorrer entre março e maio. Os delegados que definirão as candidaturas nestes Encontros serão os mesmos do ano passado.

Bombons da Sol
Bombons de chocolate com recheio de frutas regionais.
Deliciosos,
Pedidos pelos telefones 223 4335 e 9964 7433


Tia Neném
Lanches, sucos naturais e comidas regonais e nacionais.
Tacacá especial.
Tradição de 30 anos.
Cônego Domingos Maltez próximo da Eliezer Levy



 

Jurupary
Ente do mal. Demônio dos olhos de fogo que vive na floresta
Piracema
Época em que cardumes de peixes sobem os rios para a desova
Pedra do rio
Diz a lenda que que são as lágrimas de uma índia que chorava a perda do amado. É onde está a íagem de São José, na frente de Macapá.
Macapá
Vem de Macapaba, ou "estância das bacabas".
Bacaba
Fruto de uma palmeira, a bacabeira. O fruto produz um vinho grosso parecido com o o açai.
Curumim
Menino na linguagem dos índios, expressão adotada pelos brancos em alguns lugares.
Jurupary
O demônio da floresta tem os olhos de fogo, e quem o vê, de frente, não volta para contar a história.
Yara
É a mãe d'água. Habita os rios, encanta com a suavidade da voz, e leva pessoas para o castelo onde mora, no fundo do rio.
Pitiú
Cheiro forte de peixe, boto, cobra, jacaré e
outros animais.
Ilharga
Perto ou em volta de alguma coisa
Jacaré Açu
Jacaré grande.
Jacaré Tinga
Jacaré pequeno
Panema
Pessoa sem sorte, azarada. Rio em peixe.
Sumano
Simplificação da expressão"ei seu mano",que é usada por quem passa pelo meio do rio para saudar quem se encontra nas margens
Caruana
Espíritos do bem que habitam as águas e protegem as plantas os homens e os animais.
Inhaca
Cheiro forte de maresia, de axilas de homem, de peixe ou de mulher
Tucuju
Nação indígena que habitava a margem esquerda do rio Amazonas, no local onde hoje está localizada a cidade de Macapá.
Montaria
Identifica tanto o cavalo como a canoa pequena, de remo.
Porrudo
Grande, enorme, muito forte ou muito gordo
Boiúna.
Cobra grande, capaz de engolir uma canoa.(Lenda)
Massaranduba
Madeira de lei, pessoa grosseira, mal educada.
Acapu
Madeira preta, gente grossa mal educada.