Saúde das mamas vai ter
semana de estudos em agosto

Está marcada para acontecer de 05 a 11 de agosto a III Semana Nacional de Incentivo à Saúde Mamária – III SENAISM, com o slogan Câncer de Mama : Fique de Olho.

A campanha tem a responsabilidade da Sociedade Brasileira de Mastologia – SBM, de cunho educativo, para alertar e conscientizar o público alvo: neste caso as mulheres. A campanha está projetada para funcionar de forma descentralizada e tem o objetivo de mobilizar a população para o problema do câncer de mama, mantendo-a informada e sensibilizada para a questão.

No Amapá, o médico Mauro Seco, Presidente Regional da SBM e Chefe do Serviço de Oncologia do Hospital de Especialidades da Sesa, tem a responsabilidade de coordenar a iniciativa, cuja programação será desenvolvida em parceria com Governo do Estado, destacando-se ainda o apoio de voluntários e, em especial, da Associação de Portadores de Câncer de Mama do Amapá (Acamap).

A Campanha vai contar com a participação da atriz Cássia Kiss e será, sem dúvida, um acontecimento da mais alta importância. Basta lembrar que a imagem da atriz global em uma Campanha realizada pela SBM e Ministério da Saúde em 1989 teve excelente repercussão.

A abertura da III Semana de 2002 acontecerá no dia 05/08 as 19h no Centro de Convenções João Batista de Azevedo Picanço, com um show musical de artistas locais e performance teatral que será apresentada por integrantes da Acamap. A programação prosseguirá nos dias: 06/08, às 20h na UNIFAP; 07/08, às 20h no CEAP; 08/08 às 17h em Santana, e às 20h no SEAMA; na sexta- feira, dia 09/08, às 19h no Shopping Macapá.
O encerramento da III Semana, será no sábado, dia 10/08, às 8h na Praça Veiga Cabral, de onde partirá uma caminhada, cuja animação ficará por conta de Trio elétrico, professores de ginástica e grupos de teatro. “Para concretização desta Campanha é necessário uma grande mobilização e participação de formadores de opinião, jornalistas, comunicadores; secretarias de Governo (Sesa, Ceforh, Secom) e artistas”, disse o coordenador do encontro, acrescentando que entre estes já confirmaram presença: Osmar júnior, Sabatião, Lula Jerônimo, Álvaro Braga, Ely Almeida, Elder Brandão, Edi Wilson, Isaac Uchôa. Para que a III Semana alcance o objetivo previsto, os coordenadores esperam contar com a apoio da população em geral. “Fica aqui o nosso apelo a todos que através de sua arte tornam nossas vidas mais bonitas.”, finalizou Mauro Seco; Coordenador da III SEMAISM - AP.

Leal Di Souza e Eunice Pereira

Bombons da Sol
Bombons de chocolate com recheio de frutas regionais.
Deliciosos,
Pedidos pelos telefones 223 4335 e 9964 7433


Tia Neném
Lanches, sucos naturais e comidas regonais e nacionais.
Tacacá especial.
Tradição de 30 anos.
Cônego Domingos Maltez próximo da Eliezer Levy



 

Catinga de mulata
Catinga é cheiro ruim, mas "Catinga de mulata"é cheiro bom, tanto que virou nome de perfume nos idos dos anos cinquenta
Remanso
Ponto onde o rio se alarga, a terra forma uma reentrância e as águas ficam mais calmas
Bubuia

Aquelas minúsculas bolhas de espuma que se formam na corrente do rio. Viajar de bubuia é ser levado pelas águas. "De bubuia, título de canção popular.
Piracema

Época em que cardumes de peixes sobem os rios para a desova
Pedra do rio
Diz a lenda que que são as lágrimas de uma índia que chorava a perda do amado. É onde está a íagem de São José, na frente de Macapá.
Macapá
Vem de Macapaba, ou "estância das bacabas".
Bacaba
Fruto de uma palmeira, a bacabeira. O fruto produz um vinho grosso parecido com o o açai.
Curumim
Menino na linguagem dos índios, expressão adotada pelos brancos em alguns lugares.
Jurupary
O demônio da floresta tem os olhos de fogo, e quem o vê, de frente, não volta para contar a história.
Yara
É a mãe d'água. Habita os rios, encanta com a suavidade da voz, e leva pessoas para o castelo onde mora, no fundo do rio.
Pitiú
Cheiro forte de peixe, boto, cobra, jacaré e
outros animais.
Ilharga
Perto ou em volta de alguma coisa
Jacaré Açu
Jacaré grande.
Jacaré Tinga
Jacaré pequeno
Panema
Pessoa sem sorte, azarada. Rio em peixe.
Sumano
Simplificação da expressão"ei seu mano",que é usada por quem passa pelo meio do rio para saudar quem se encontra nas margens
Caruana
Espíritos do bem que habitam as águas e protegem as plantas os homens e os animais.
Inhaca
Cheiro forte de maresia, de axilas de homem, de peixe ou de mulher
Tucuju
Nação indígena que habitava a margem esquerda do rio Amazonas, no local onde hoje está localizada a cidade de Macapá.
Montaria
Identifica tanto o cavalo como a canoa pequena, de remo.
Porrudo
Grande, enorme, muito forte ou muito gordo
Boiúna.
Cobra grande, capaz de engolir uma canoa.(Lenda)
Massaranduba
Madeira de lei, pessoa grosseira, mal educada.
Acapu
Madeira preta, gente grossa mal educada.