Divulgado hoje
o resultado do
concurso público

O secretário de Estado da Administração, Sérgio Andréa, divulgou hoje, 22, no Centro de Formação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (Ceforh), o resultado das provas objetivas do concurso público, sob o edital de nº 3/2001, realizadas no dia 6 de janeiro de 2002, e que vai injetar 593 novos profissionais na área de segurança pública do Estado do Amapá.

As vagas são para os cargos de educador penitenciário, nível superior; médico legista; perito criminal, em três áreas de concentração: engenharia, engenharia da computação e farmácia, química e biologia; agente penitenciário; auxiliar de perito criminal; educador penitenciário nível médio e soldado PM.

O secretário informou que foram acrescidas mais 200 vagas para o cargo de soldado PM. "Das 100, inicialmente no edital, por conveniência de serviço, o governador João Alberto Capiberibe autorizou o aumento de mais 200, elevando para 300 o número de PMs a serem contratados ainda no mês de fevereiro. Destacamos, então, a geração de 593 novos empregos diretos para o serviço público estadual".

Sérgio Andréa lembrou que esses profissionais irão integrar o Sistema de Segurança Pública do Estado (SISP). "Na fase de transição nós tivemos algumas dificuldades no Complexo Penitenciário (Copen), que já foram superadas e serão consolidadas com os novos profissionais que atuarão especificamente como agentes penitenciários. Além disso, temos a criação de duas funções antes inexistentes, a figura do educador penitenciário, nível médio e educador penitenciário, nível superior. Eles terão a missão de trabalhar na reabilitação dos presidiários que possuem a pena de privação de liberdade. O governo estadual está investindo na reintegração social dessas pessoas. Agora com profissionais preparados e especializados, essa tarefa estará facilitada".

Ele informou que constam da lista todos os habilitados, ou seja, os candidatos que obtiveram nas duas provas, de conhecimentos gerais e conhecimentos específicos, o total de 120 pontos, que significa 60% de acerto. No entanto, nem todos os habilitados serão convocados, uma vez que o número de vagas para algumas categorias é superior ao número de aprovados. "Porém, em algumas situações o número de habilitados é inferior ao número de vagas. Nesses casos o concurso será refeito. É o caso dos médicos legistas: existem 10 vagas e somente três foram aprovados. Também em engenharia da computação, eram três vagas, com apenas um candidato habilitado".

Os aprovados para os cargos de agente penitenciário e soldado PM deverão fazer provas de aptidão física e exame psicológico. Este último também exigido para os cargos de educador penitenciário, nível médio e superior. Essas provas não terão notas, os candidatos serão aptos ou inaptos.

Todos os aprovados passarão por um treinamento, previsto no edital, com a margem mínima de ocorrer algum problema que os impeça de assumir seus cargos. "Será uma possibilidade de verificarmos a adaptação dos novos profissionais às regras de funcionamento do Governo do Estado, tais como horário de trabalho e precisão no atendimento ao que for solicitado durante o processo de treinamento. No entanto, cada fase terá um edital onde serão informadas as regras", falou o secretário.

A convocação para as provas de aptidão física e exame psicológico está prevista para o dia quatro de fevereiro, e as provas deverão ser nos dias 22 e 23 do mesmo mês. Para os demais cargos dentro de 15 dias sairá o edital que anuncia o início do treinamento. Após esse período, o aprovados serão imediatamente integrados ao quadro estadual do Governo do Amapá.

O candidato que se sentir lesado de alguma forma, deve se dirigir à Secretaria de Estado da Administração e preencher um formulário nos próximos dois dias, terça e quarta-feira.

CARGO
Nº VAGAS
APROVADOS
EDUCADOR PENITENCIÁRIO (NÍVEL SUPERIOR)
10
26
MÉDICO LEGISTA
10
03
PERITO CRIMINAL (ENGENHARIA)
06
18
PERITO CRIMINAL (ENGENHARIA COMPUTAÇÃO)
02
01
PERITO CRIMINAL (FARMÁCIA/QUÍMICA/BIOLOGIA)
07
24
AGENTE PENITENCIÁRIO
188
398
AUXILIAR DE PERITO CRIMINAL
080
127
EDUCADOR PENITENCIÁRIO (NÍVEL MÉDIO)
62
243
SOLDADO PM
300
733

A lista onde consta o nome de todos os aprovados estará disponível no Diário Oficial que estará em circulação neste dia 23, e também pode ser acessada nos sites da Fundação Carlos Chagas e do governo do Amapá nos endereços www.fcc.gov.br e www.amapa.gov.br.
( Socorro Menezes )

Bombons da Sol
Bombons de chocolate com recheio de frutas regionais.
Deliciosos,
Pedidos pelos telefones 223 4335 e 9964 7433


Tia Neném
Lanches, sucos naturais e comidas regonais e nacionais.
Tacacá especial.
Tradição de 30 anos.
Cônego Domingos Maltez próximo da Eliezer Levy



 

Jurupary
Ente do mal. Demônio dos olhos de fogo que vive na floresta
Piracema
Época em que cardumes de peixes sobem os rios para a desova
Pedra do rio
Diz a lenda que que são as lágrimas de uma índia que chorava a perda do amado. É onde está a íagem de São José, na frente de Macapá.
Macapá
Vem de Macapaba, ou "estância das bacabas".
Bacaba
Fruto de uma palmeira, a bacabeira. O fruto produz um vinho grosso parecido com o o açai.
Curumim
Menino na linguagem dos índios, expressão adotada pelos brancos em alguns lugares.
Jurupary
O demônio da floresta tem os olhos de fogo, e quem o vê, de frente, não volta para contar a história.
Yara
É a mãe d'água. Habita os rios, encanta com a suavidade da voz, e leva pessoas para o castelo onde mora, no fundo do rio.
Pitiú
Cheiro forte de peixe, boto, cobra, jacaré e
outros animais.
Ilharga
Perto ou em volta de alguma coisa
Jacaré Açu
Jacaré grande.
Jacaré Tinga
Jacaré pequeno
Panema
Pessoa sem sorte, azarada. Rio em peixe.
Sumano
Simplificação da expressão"ei seu mano",que é usada por quem passa pelo meio do rio para saudar quem se encontra nas margens
Caruana
Espíritos do bem que habitam as águas e protegem as plantas os homens e os animais.
Inhaca
Cheiro forte de maresia, de axilas de homem, de peixe ou de mulher
Tucuju
Nação indígena que habitava a margem esquerda do rio Amazonas, no local onde hoje está localizada a cidade de Macapá.
Montaria
Identifica tanto o cavalo como a canoa pequena, de remo.
Porrudo
Grande, enorme, muito forte ou muito gordo
Boiúna.
Cobra grande, capaz de engolir uma canoa.(Lenda)
Massaranduba
Madeira de lei, pessoa grosseira, mal educada.
Acapu
Madeira preta, gente grossa mal educada.