Sérgio Andréia vai mostrar
novo plano de segurança


No dia 3 de abril, às 17h,durante a inauguração do novo prédio da Secretaria de Justiça e Segurança Pública, coordenadora do Sistema Integrado de Segurança Pública (SISP), será apresentado, pelo secretário Sérgio Andréia, o Plano de Segurança para o Amapá.

Segundo Sérgio Andréia, o Plano de Segurança divide as cidades de Macapá e Santana em zonas de policiamento, tendo como base as Centrais de Atendimento, cujos prédios serão licitados até o final de março pela Secretaria de Infra-Estrutura (Seinf).

Pelo projeto as centrais ficarão assim distribuídas: cinco em Macapá, duas em Santana, uma em Laranjal do Jari e outra em Oiapoque, devendo Macapá e Santana receberem seus prédios até o final de agosto de 2002. "No dia 3, nós apresentaremos a planta dessas centrais. São unidades com nova concepção de atendimento à comunidade. Será um atendimento integrado, com a presença das polícias Militar e Civil". O secretário explicou que essas centrais também serão delegacias.. Nelas estará a Polícia Técnica e um espaço para uso da comunidade com reuniões. "Em todos os projetos, onde houver espaço, construiremos uma praça esportiva com uma quadra polivalente para uso dos profissionais de segurança e da própria comunidade".

O secretário deixou claro que as polícias do Amapá já estão trabalhando de forma interativa e que a prioridade do SISP é com o treinamento dos profissionais de segurança, através da Academia Integrada de Segurança Publica, com o suporte técnico e pedagógico do Centro de Formação e Desenvolvimento de Recursos Humanos (Ceforh). "Com o apoio do Ceforh nós desenvolveremos uma intensa programação de aperfeiçoamento desses profissionais, a partir do mês de abril", garantiu.


Convênios

Serão estabelecidos convênios com entidades da sociedade civil objetivando uma política positiva de prevenção ao uso de drogas e outros tipos de infrações, geralmente decorrentes do uso abusivo de substâncias psicoativas entre a juventude, principalmente na faixa etária entre 18 e 25 onde foram detectados os maiores números de homicídios. Conforme o secretário, essa também é a população que tem presença mais expressiva no Copen. "Esses convênios serão a expressão de uma ação pró-positiva no sentido de reduzir os abusos e o nível de violência. Eles também estabelecerão um patamar de relação mais aberta e positiva dos jovens no sentido de dar uso mais adequado à sua energia, a fim de que possam perceber outros valores para sua inserção social, sua integração na sociedade", explicou o secretário.

SENASP – Plano 2002

Sérgio Andréia esteve em Brasília, na semana passada, em reunião com a coordenação da Secretaria Nacional de Segurança Pública, em companhia do coronel Walcyr Santos, comandante-geral da Polícia Militar e da delegada geral de Polícia Civil, Rosilene Sena, apresentado as prioridades na busca de recursos para o ano de 2002, no Plano Nacional de Segurança. Conforme ele essas prioridades enfatizam o aspecto de prevenção no trabalho com a juventude e também do policiamento ostensivo na área fluvial. O total de projetos apresentados equivale cerca de R$ 5 milhões que serão detalhados até o final de março. "No entanto, os perfis desses projetos, com as metas e os recursos que precisamos para cada um, já foram apresentados", finaliza .

 

Bombons da Sol
Bombons de chocolate com recheio de frutas regionais.
Deliciosos,
Pedidos pelos telefones 223 4335 e 9964 7433


Tia Neném
Lanches, sucos naturais e comidas regonais e nacionais.
Tacacá especial.
Tradição de 30 anos.
Cônego Domingos Maltez próximo da Eliezer Levy



 

Catinga de mulata
Catinga é cheiro ruim, mas "Catinga de mulata"é cheiro bom, tanto que virou nome de perfume nos idos dos anos cinquenta
Remanso
Ponto onde o rio se alarga, a terra forma uma reentrância e as águas ficam mais calmas
Bubuia

Aquelas minúsculas bolhas de espuma que se formam na corrente do rio. Viajar de bubuia é ser levado pelas águas. "De bubuia, título de canção popular.
Piracema

Época em que cardumes de peixes sobem os rios para a desova
Pedra do rio
Diz a lenda que que são as lágrimas de uma índia que chorava a perda do amado. É onde está a íagem de São José, na frente de Macapá.
Macapá
Vem de Macapaba, ou "estância das bacabas".
Bacaba
Fruto de uma palmeira, a bacabeira. O fruto produz um vinho grosso parecido com o o açai.
Curumim
Menino na linguagem dos índios, expressão adotada pelos brancos em alguns lugares.
Jurupary
O demônio da floresta tem os olhos de fogo, e quem o vê, de frente, não volta para contar a história.
Yara
É a mãe d'água. Habita os rios, encanta com a suavidade da voz, e leva pessoas para o castelo onde mora, no fundo do rio.
Pitiú
Cheiro forte de peixe, boto, cobra, jacaré e
outros animais.
Ilharga
Perto ou em volta de alguma coisa
Jacaré Açu
Jacaré grande.
Jacaré Tinga
Jacaré pequeno
Panema
Pessoa sem sorte, azarada. Rio em peixe.
Sumano
Simplificação da expressão"ei seu mano",que é usada por quem passa pelo meio do rio para saudar quem se encontra nas margens
Caruana
Espíritos do bem que habitam as águas e protegem as plantas os homens e os animais.
Inhaca
Cheiro forte de maresia, de axilas de homem, de peixe ou de mulher
Tucuju
Nação indígena que habitava a margem esquerda do rio Amazonas, no local onde hoje está localizada a cidade de Macapá.
Montaria
Identifica tanto o cavalo como a canoa pequena, de remo.
Porrudo
Grande, enorme, muito forte ou muito gordo
Boiúna.
Cobra grande, capaz de engolir uma canoa.(Lenda)
Massaranduba
Madeira de lei, pessoa grosseira, mal educada.
Acapu
Madeira preta, gente grossa mal educada.