Sentido
Luciana Capiberibe


Os outros são apenas outros,
De filha a mãe,
Coração sobressaltado.

A cria me alegra,
Palpita em teu peito meu fado,
Desdobro-me, esforço-me

O futuro não é meu
A ti pertence.
A ti, pertenço.

Sorriso é delícia,
Choro é dúvida,
Frio ou fome? Dor?

Entrelaçado ao meu destino, o teu.
A vida em curso
Segue em alegria preocupada.

Para afronta, cobrança
Para afago, carinho
Felina, envolvo-te em meus braços

No quebra-cabeça da vida
Mais uma peça, sentido.
Ser mãe é ser mãe