TEMPOS IDOS
Renivaldo Costa

Tardo... Por que hei de ter pressa?
Chego, antes tarde do que nunca.
Fico pra guerra, cubro a nuca;
parto pra outros mundos! - Vou nessa!

Demoro... Leio uma revista...
Minha chegada é silenciosa;
minha permanência, morosa;
minha partida, realista.

Nesse ínterim, chega dezembro,
e a boa nova está nos campos,
num vai-e-vem, presa por grampos!

Nessas idas e vindas, lembro
dos compromissos assumidos;
do futuro e dos tempos idos!

UMA MULHER
Renivaldo Costa

Essa mulher que me aparece, linda,
E traz na pele o sol (quente, escaldante)
E me convida, me desafia ante
Seu olhar, me leva à loucura infinda.
Essa mulher me fascina mesmo antes
De chegar. E cúmplice, e livre, e linda,
me sacia feito água de cacimba,
Me castiga, pobre homem, seu amante.
Essa mulher é a vida, ou quem sabe
A morte, vivida por quem a quer
No desejo da vida a quem não cabe,
Essa mulher é uma deusa, dama
Do amor que é, e não sabe que é, sequer,
Dona de um coração que não se doma!

JÚLIA
Renivaldo Costa

Amor é como flor que não padece;
Céu que não escurece após o dia;
Festa sem fim, criança que não cresce;
"Eterno enquanto dura", alguém dizia.


Amor é sonho bom que permanece,
No tempo que não passa, de alegria;
É peito aberto, entregue numa prece,
Como se nem soubesse da agonia.

O corpo, de um amor, nem se defende;
Rende-se à sensação. Neste momento,
Torna-se o coração grande aposento
De uma folia louca, que se estende
Num gesto apaixonado. Quando acende
por Júlia, é mais que sentimento.

BUSCA
Renivaldo Costa

Pra namorar, procuro alguém que encante
Logo ao primeiro olhar, mulher notável
De abraço forte, cheiro penetrante,
Beijo incomum, beleza inigualável.

Um ser que me alucine um breve instante
E se contente em ser somente amável
Quando não terá sido mais que amante,
Numa separação inevitável.

Mas, pra casar, procuro alguém que me ame:
Esposa, mãe, mulher, de tal maneira
Que me entenda, me aceite, mas reclame

Se eu estiver errado, e que me queira
Sempre ao seu lado, enfim, que ela me chame
De amado e será amada a vida inteira.