Com decisão do TSE, 21 mil contas sujas poderão disputar as eleições

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) decidiu, ontem à noite, derrubar a resolução do próprio órgão que impedia a candidatura de políticos que tiveram as contas de campanhas anteriores rejeitadas. Por quatro votos a três, os ministros definiram que a desaprovação de contas pela Justiça Eleitoral não tem potencial para fixar a inelegibilidade. Com a decisão, cerca de 21 mil candidatos com as contas sujas poderão disputar as eleições municipais de outubro. No começo de março, o TSE havia decidido de forma contrária.

A alteração no entendimento se deve a mudança na composição de ministros da Corte. Participaram da sessão de ontem Dias Toffoli e Henrique Neves, que substituíram o ex-presidente do TSE Ricardo Lewandowski e o ex-ministro Marce-lo Ribeiro, respectivamente. Lewandowski havia votado pelo veto à candidatura de qualquer político conta suja, enquanto Ribeiro manifestou-se, há quase quatro meses, pela manutenção da norma adotada nas eleições passadas.

Diego Abreu

Um comentário sobre “Com decisão do TSE, 21 mil contas sujas poderão disputar as eleições”

  1. joão Aires da Silva diz:

    Podem fazer-me de besta mas sou inteligente e essa pedra já cantei faz tempo. Ora, quando temos um vereador no MS, que de dia é autoridade e de noite dorme no presídio como bandido, isso é fichinha. Aqui, na nossa cara; seis cassações, mais uns sessenta dias de prisão em Brasília e está aí a autoridade municipal nos braços do povo. Pensemos nisso tudo e vejamos quem está errado ou onde está o erro?! Já sei; sou eu devo ficar calado!

Deixe um comentário

Spam protection by WP Captcha-Free

Desenvolvido por Claudio Correia - Adm